No @youpix: Geração C, geração Z, geração @, geração ctrl+c/ctrl+v ou geração OMG WTF LOL?

Semana que vem tem youPIX Festival nos dias 03 a 05 de julho na Bienal, no Parque do Ibirapuera. Serão 3 dias de evento, 6 palcos, 112 atividades diferentes, 192 palestrantes – e várias outras atrações descritas aqui.

Neste ano eu tenho uma compromisso especial no evento: moderar o papo da mesa sobre a web e as novas gerações. Quem divide comigo a responsabilidade? Renato Guimarães (editor do Sustenta News), Bruna Vieira (blogueira da CAPRICHO e editora do blog Depois Dos Quinze) e Ricck Lopes  (criador da fanpage Muito Tédio e do Twitter @VouConfessarQue), João Pedro Mota (um dos developers mais jovens do Brasil) e Renê Silva (criador do “Voz da Comunidade” do Complexo do Alemão).

“Mais do que sopas de letrinhas, você tem ideia do que se passa na cabeça de toda uma geração de jovens que desconhece um mundo sem internet e celulares, acostumada desde sempre a uma vida constantemente conectada, compartilhada e colaborativa? Se na época do Cazuza ainda havia músicos que perguntavam por uma ideologia, será que esses jovens têm esse tipo de preocupação? Entre o ativismo de sofá, o individualismo exacerbado e um mundo no qual a privacidade torna-se um conceito cada vez mais abstrato, ainda há espaço para mobilizações coletivas? Como potencializar todo o talento e a criatividade que essa geração parece ter de sobra, diante dos recursos da internet que facilitam a reverberação de suas ideias?”

A ideia de colocar os tios com a molecada veio de Alexandre Inagaki, a quem agradeço pelo convite, que teve aval de Bia Granja.

A ideia é mesmo trocar experiências e conversar sobre como a internet e as mídias sociais podem ser aliadas na formação de novos líderes jovens.

Nos vemos lá?

Já se inscreveu? É de graça! http://migre.me/9DqlC

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook