You can’t fool all the people all the time… #euvotonaeducacao

“It is true that you may fool all of the people some of the time; you can even fool some of the people all of the time; but you can’t fool all of the people all of the time.”

Dizem que a frase é de Abraham Lincoln e na íntegra diria algo como (tradução livre): “é verdade que você pode enganar todas as pessoas por um tempo, você pode até mesmo enganar algumas pessoas por todo tempo, mas você não consegue enganar todas as pessoas o tempo todo“.

Eu confesso que descobri a fala numa música de Bob Marley (cantor jamaicano que viveu de 1945-81) e que muita gente relaciona ao movimento rastafari, mas foi acima de tudo um excelente compositor e um combativo ativista político, tendo citado em suas canções fatos históricos e muitas referências bíblicas.

Nossos sábados são regados a música, é o dia em que podemos relaxar em família e frequentemente passamos a manhã num café da manhã longo, inevitáveis arrumações da casa e planos de cozinhar todos juntos ao som de músicas que gostamos muito. Hoje a manhã teve Bob Marley e ao ouvir Get Up Stand Up pensei muito no último debate dos presidenciáveis que vimos ontem e na votação do segundo turno presidencial que acontece amanhã.

Vejam como as palavras casam com o momento:

Get up, stand up: stand up for your rights! – Levante, resista: lute pelos seus direitos!…

You can fool some people sometimes – Vocês podem enganar algumas pessoas algumas vezes…

But you can’t fool all the people all the time  – Mas não podem enganar a todos o tempo todo…

So now we see the light (What you gonna do?) – Então agora que você enxerga a luz (O que você vai fazer?)

We gonna stand up for our rights! – Vamos lutar por nossos direitos!

E para quem acha que vale a pena anular ou votar segundo os resultados de pesquisa qualitativa, uma última frase de outro bom compostitor (Renato Russo, “Que País É Este?”):

Nas favelas, no senado, sujeira pra todo lado! Ninguém respeita a Constituição, mas todos acreditam no futuro da nação.”

E para você que ainda está indeciso, vale ler, porque tem muito a ver com o voto na educação pelo qual militei neste ano eleitoral, o post do @marcelotas (que tem mais de 1 milhão de seguidores do microblog e naturalmente foi muito repercutido ao abrir seu voto para presidente) Vote em mim em 2038. Assino embaixo destas palavras, exceto que, como voluntária do Todos pela Educação, quero ver as 5 metas da educação alcançadas até 07/09/2022!

“Falta muito tempo? Nada disso, é justamente o contrário. Pergunte a você mesmo: se começarmos a trabalhar hoje, de forma sábia e cidadã, quanto tempo será necessário para transformar o Brasil em uma potência exemplar? (…)
Chega de pensar no curto prazo; em fazer acordos apressados com os canalhas de plantão de sempre. Você não sente que está na hora de sairmos do papo-furado; de ter que decidir entre Dilma e Serra; entre PMDB e DEM; entre o pior e o menos pior?
28 anos é um tempo bom e justo para mudarmos de mentalidade e ajudar a preparar esse Brasil, tão poderoso quanto caótico e injusto, para assumir seu papel e responsabilidade no planetaA idéia é  planejar e ajudar o Brasil nesses próximos 7 mandatos, depois a gente assume o poder, que tal? Para fazer o Brasil ser o país mais legal do mundo para se viver em 2038, o trabalho começa agora. Este blog busca “entender melhor as notícias” de forma educativa, interativa e divertida. (…)Você está convidado a ampliar, mudar, criticar… (…) Temos tempo!”

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook