destaque / entretenimento


Sou daquela turma que passou quase ilesa pelo fenômeno Ana Júlia e ouviu falar de Los Hermanos só na “parceria” com Mallu Magalhães.

Mas ao ouvir Tuyo, música-tema da série ‘Narcos’ do Netflix, creio que eu deveria ter dado atenção ao Rodrigo Amarante, intérprete da canção, escrita pelo também brasileiro Pedro Bromfman.
“A canção capta a essência latina do personagem principal, o traficante colombiano Pablo Escobar (1949 – 1993), como uma clássica ‘balada grupera’. Segundo o músico, ele imaginou a música que mãe de Escobar teria ouvido quando criou o garoto que se tornaria um monstro anos mais tarde.”

Eu não lembro, mas o blogueiro Magno Oliver diz que num momento na série o próprio Escobar elogia o cantor da música tema. Pablo está em um bar e ele diz a seguinte frase prestando uma espécie de homenagem a Rodrigo Amarante por ter cantado a canção: ” Adoro essa música! Rodrigo, mais uma vez!”.


“Soy el fuego que arde tu piel

Soy el agua que mata tu sed

El castillo, la torre yo soy

La espada que guarda el caudal

Tu el aire que respiro yo

Y la luz de la luna en el mar

La garganta que ansio mojar

Que temo ahorgar de amor

¿Y cuales deseos me vas a dar?

Dices tu: Mi tesoro basta con mirarlo

Y tuyo será, y tuyo será”

Relembrou?

Rodrigo ficou famoso com a banda carioca Los Hermanos, mas depois dela, surpreendeu ao dedicar-se também à Orquestra Imperial. Apesar do nome e da lembrança de que Rodrigo tocava flauta transversal no primeiro álbum dos Hermanos, esse projeto era bem diferente: uma orquestra típica de gafieira. O grupo reuniu nomes notáveis da cena pop carioca, como o próprio Rodrigo Amarante, Moreno Veloso, Domenico e Kassin (Do projeto +2), Nina Becker, Thalma de Freitas (Atriz da Rede Globo), Rubinho Jacobina (irmão de Nelson Jacobina, parceiro de Jorge Mautner) a já experientes músicos como o compositor da Império Serrano, cantor de samba e baterista Wilson Das Neves. A orquestra contava com Berna Ceppas, Rodrigo Bartolo (que toca com o Duplexx), Pedro Sá (guitarrista de Caetano Veloso, baixista no +2), Bidu Cordeiro (que acompanha o Paralamas do Sucesso, Reggae B e 3B Rio).

orquestra imperial

Claro que me encantei né? Acho esta valorização do jeito brasileiro, das nossas raízes e da cultura popular um trabalho incrível. E tem uma qualidade musical fora de série!

Além da Orquestra, Amarante se envolveu com a banda Little Joy e depois sua carreira solo começou com o álbum “Cavalo“, em setembro de 2013, que podemos descobrir nas canções a seguir.

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Latest posts by Sam @samegui Shiraishi (see all)


Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas