mãe

943990_children.jpgDentre várias outras coisas, meu texto do Nossa Via hoje – Nossas ações podem mudar o mundo – citava um site muito interessante que eu conheci porque estava com o notebook no colo quando ouvi Betty Lago falar no programa Saia Justa sobre a idéia do We Are What We Do – Actions to change the world. Ouvi o comentário e googlei, achando uma explicação linda para um dilema humano: como fazer o mundo ficar melhor?

We Are What We Do – Actions to change the world
Here’s our list of simple, everyday actions you can do to help change the world (and have fun while you’re doing it). It could be doing something for the community like shopping locally, something for the nvironment like avoiding plastic bags, or something for you, like learning to paint, sing or speak Spanish…

A idéia é pensar em uma frase que represente uma ação que você teve naquele dia e que teria uma repercussão realmente boa para todo o planeta se, digamos, um milhão de pessoas a repetissem.

Lunna deixou um comentário no meu texto muito interessante, sugerindo que fizéssemos como os grupos de “anônimos” (AA, NA, etc) dizendo: “hoje eu não fiz isso, hoje eu não fiz aquilo e o importante é saber que conseguiram se manter sóbrios hoje. E essa sobriedade vale para nós também: hoje eu não comprei nada inútil, hoje eu reciclei meu lixo, hoje eu tive tempo para os meus filhos, para mim, hoje, apenas hoje. Já é o bastante.” Espero que ela desenvolva a idéia no Acqua.

No programa, Betty Lago leu algumas sugestões que crianças pequenas como meus filhos fizeram para melhorar o mundo, coisas bem simples como “Ajudar a minha mãe” e “Diga por favor e obrigado sempre”. As apresentadoras comentaram e Marcia Tiburi disse que sua frase seria “eu sou competente e faço aquilo que me compete”, tentando, meio que sob protestos, explicar que se referia ao fato de assumir suas obrigações e não jogar nos outros suas responsabilidades. Outras frases das apresentadoras foram “Se amar o que você é e não tentar ser diferente do que você é”, “Não compre nada que você não precise”, “Dorme tranquilo [meu filho] que vai dar tudo certo, fazer ao longo do dia coisas que lhe permitam dizer isso ao seu filho com verdade, com convição”. Esta última frase foi de Maitê Proença, que costuma trazer o lado realmente humano e emocional ao programa. 😀

Já pensou no que você faria? Pois é, “nós somos o que nós fazemos e nossas ações podem mudar o mundo”.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas