bem estar / destaque / relacionamentos

Em busca de algo que faça sua saúde melhorar e não seja exatamente dieta + ginástica?

Você devia tentar o voluntariado!

Trabalho voluntário pode proporcionar vida mais longa e feliz

Um estudo publicado no periódico BMC Public Health comprova que tornar-se voluntário pode ajudar não só outras pessoas a se sentirem bem, como pode melhorar a sua saúde mental e proporcionar uma vida mais longa.

Segundo os resultados da análise de 40 trabalhos acadêmicos reunidos pela Universidade de Exeter, no Reino Unido, os pesquisadores descobriram que os voluntários experimentam níveis mais baixos de depressão e altos níveis de bem-estar e satisfação com a vida, de acordo com os relatórios de suas autoavaliações – mas os resultados finais ainda precisam ser confirmados por testes.

O voluntariado é tido como algo especialmente bom para a saúde física dos idosos, incentivando-os a permanecer ativos e a passar mais tempo fora de casa.

Mas os jovens também experimentam benefícios vindos dessa atividade. Segundo outro estudo, realizado nos EUA, e publicado este ano no periódico JAMA Pediatrics, há comprovada melhoria da saúde cardiovascular de alunos do ensino médio que são voluntários.

Há um porém: o voluntariado envolve “dar algo de volta” para a comunidade, por isso, quando os voluntários sentiram que não estavam “recebendo algo em troca”, em retorno, o impacto positivo se mostrou mais limitado, explicaram os pesquisadores.

Os estudiosos afirmam que o voluntariado está associado a melhorias na saúde mental, porém é necessário mais trabalho para determinar se o voluntariado é realmente a causa. Ainda não está claro se os fatores biológicos e culturais e os recursos sociais, que são frequentemente associados a melhores condições de saúde e sobrevivência, também estão ligados a uma vontade de se voluntariar em primeiro lugar.

Aqui no Brasil ainda não temos esta cultura, associando os trabalhos sem remuneração com caridade, não é mesmo? Mas está em tempo de revermos isso! Quem sabe se logo chegaremos aos números internacionais? Estima-se que 22,5% das pessoas na Europa dedicam um pouco do seu tempo livre ao voluntariado, em comparação a 27% nos Estados Unidos e 36% na Austrália.

Quer mais razões para se voluntariar?

Um estudo separado da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, constatou que o voluntariado pode melhorar a saúde do coração, reduzindo a pressão arterial.

Sempre vale relembrar: o voluntariado como é um hobby que nos dá foco, é um dos fatores que garantem vida longa e saudável e o envolvimento com causas sociais e voluntariado enriquecem o profissional.

Nesta terça-feira, 24/09, vários projetos interessantes foram destaque no seminário Social Good Brasil e aposto que vários deles se enriqueceriam muito com o seu voluntariado. Aproveite, reveja-os no site do socialgoodbrasil.com.br e escolha o movimento que mais combina com seu perfil!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas