Envolvimento com causas sociais e voluntariado enriquecem o profissional

O segundo semestre do ano já começou, mas na verdade é com a volta às aulas, em agosto, que a gente se apercebe de que metade do ano já se foi. Se você ainda quer repensar seu trabalho e estilo de vida para ter um 2014 diferente, rever as estratégias agora pode ser o ideal.

Muitos não gostam do trabalho que realizam, mas não podem abandonar tudo para experimentar uma nova área porque precisam da renda do trabalho atual ou não podem arcar com os custos de novos estudos sem ter certeza de que vão gostar e aproveitar. Uma alternativa para experimentar novas áreas e planejar uma mudança de vida sem arriscar o que já se tem é o voluntariado.

Já comentei aqui no @avidaquer sobre o voluntariado como é um hobby que nos dá foco e é um dos fatores que garantem vida longa e saudável.

A verdade é que buscar uma forma de encontrar soluções para os problemas do bairro, cidade ou país, pode ser um bom exercício para o crescimento pessoal e profissional. E nem tudo isso será apenas “doação de tempo ou conhecimento”, o trabalho voluntário pode ensinar novas competências e significar um “investimento pessoal” em uma nova área de atuação, afinal, ao se oferecer para ajudar, você não precisa ser o sabe-tudo e pode se permitir voltar a ser aprendiz numa nova função, sem medo de errar e de precisar de ajuda. Vamos combinar que este papel de “experiente” é o que pesa para muitos que pensam em dar uma guinada na vida, não é mesmo?

voluntariado e o curriculo

Além disso, especialistas garantem que participar de causas sociais ou de ações dentro da empresa e no bairro ou fazer um trabalho voluntário podem garantir uns pontos extras no currículo. O consultor de RH e coach Silvio Celestino afirma que “ao se envolver com causas sociais e observar como são resolvidos os problemas no mundo, o profissional amplia sua visão e tem maior velocidade para resolver seus próprios problemas, do departamento, da empresa e, evidentemente, do país“.

Comum em vários países – lembram-se de que falei que o LinkedIn tem uma área para voluntariado e que isso melhora consideralmente o currículo? – o engajamento em boas causas sociais é cada vez mais valorizado pelos recrutadores e empresas. 

Como assim?

“Quando um gerente olha o currículo de uma pessoa e deseja saber se ela é responsável, o que procura determinar são evidências de que essa pessoa já assume responsabilidades em sua vida. Uma dessas evidências é mostrar seu engajamento em questões relevantes, sem contrapartida financeira.”

Profissionais que realizam trabalhos voluntários têm suas atitudes valorizadas pelo mercado e avaliados como pessoas que tem um propósito definido e têm planos de longo prazo, que envolvem as pessoas ao seu redor, não somente seus planos e objetivos pessoais.

Mas se participar de um trabalho voluntário enriquece o profissional como um todo porque potencializa o desenvolvimento de muitas competências (comunicação, liderança, relacionamento etc.) e é visto como um diferencial, é importante não imaginar o voluntariado como um trampolim ou um modismo para enriquecer o currículo. Nesta área em pouco tempo ou a pessoa se encanta ou “a máscara cai” e percebe-se que seus objetivos não eram sinceros.

E para começar, se você trabalha numa grande empresa, pode procurar saber se tem programas de voluntariado empresarial já estruturados. Frequentemente eles existem, mas as organizações falham ao motivar, estimular e contagiar os funcionários ao voluntariado através de diversas ações, como a divulgação dos programas por elas patrocinados, além de convidar seus colaboradores e familiares a participarem, destacando suas contribuições em veículos internos.

Gostou, mas não tem nada organizado perto de você?

acontece-5-anos-300x123

Você pode optar pelo voluntariado online. Nesta modalidade, ao invés de atuar presencialmente numa organização ou entidade, você pode ajudar de sua casa ou trabalho pela internet.

O portal Voluntários online (ligado ao Instituto Voluntários em Ação) faz o link entre pessoas que querem ajudar e entidades que precisam de trabalhos específicos. Em São Paulo é possível encontrar um local presencial para atuar que fique perto de sua casa ou trabalho, por exemplo, basta digitar o CEP no site do Centro de Voluntariado de São Paulo. E para quem quer implantar projetos como empresa, vale conhecer o Grupo de estudos em voluntariado empresarial.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook