atividade física / bem estar / destaque

  
Você se sente meio culpado porque simplesmente pega ônibus ou metro enquanto aquele seu colega faz todo trajeto de bicicleta? 

Quer reduzir o risco de doenças cardiovasculares, o sobrepeso e o diabetes? 

Um estudo indica que usar o transporte público para chegar ao trabalho pode ajudar na saúde preventiva, com resultados ainda melhores do que caminhar ou andar de bicicleta!

O estudo japonês, apresentado na conferência anual da American Heart Association neste fim de semana em Orlando (Florida), compara pessoas que usam diariamente ônibus, trem ou ambos para ir ao trabalho e aqueles que o fazem de carro, a pé ou de bicicleta, levando em conta outros fatores, como idade, sexo e até mesmo o hábito de fumar.

Os pesquisadores concluíram que os indivíduos que tomam transporte público reduziram em 27% o risco de hipertensão e em 34% de diabetes em comparação com os outros grupos. Uma explicação para os resultados é que as pessoas caminham mais para tomar o ônibus ou o trem indo do que os que vão para o trabalho de carro ou de bicicleta.

Segundo os pesquisadores japoneses, devemos considerar o transporte público em vez do carro como parte de uma atividade física regular, contando-os como os #30tododia – 30 minutos de atividade física regular recomendados para manter a boa saúde.

O universo pesquisado:

Mais de 5.900 pessoas com idade entre 49 e 54 anos, em média, participaram do estudo em 2012, em Osaka, Japão. Eles responderam a um questionário sobre sua atividade física e como eles estavam indo para o trabalho. A maioria dos que recorreram ao carro para chegar ao trabalho foram homens, enquanto mais mulheres escolheram o transporte público, caminhar ou andar de bicicleta.

Reveja no blog uma entrevista exclusiva sobre os #30tododia com Dr Victor Matsudo, idealizador do AgitaSP que tem resultados notáveis semelhantes aos deste estudo japonês. 

E vamos começar 2016 animados, sem dar mole pro sedentarismo! 

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas