Você sabe o porquê hoje é Dia do Quadrinho Nacional?

Hoje é Dia do Quadrinho Nacional, galera! E claro que nerd como sou, não poderia deixar passar em branco essa data. A data é comemorada no dia 30 de janeiro não por acaso. Há exatos 149 anos, o italiano Angelo Agostini publicara “As Aventuras de Nhô Quim”, aquela que seria considerada a 1ª história em quadrinhos do Brasil.

Desde então, os quadrinhos nacionais vêm crescendo e conquistando um público cada dia mais cativo, que vai desde crianças a adultos que não abrem mão deste tipo de leitura. Aliás, como não se render a esse mundo imaginário? Por isso, selecionei aqui alguns artistas e quadrinhos que considero imperdíveis. Vem ver:

 

Turma da Mônica

turma-da-monica

 

É direto do bairro do limoeiro que Mônica e sua turma aprontam as mais diversas trapalhadas. Nascida em 1970, Mônica nº1 teve a sua primeira tiragem com 200 mil exemplares. E desde então, essa baixinha briguenta e dona da rua (conheça esse projeto incrível aqui), caiu nas graças dos leitores.

 

Revista Chiclete com banana

chiclete-com-banana

Quem é da década de 80 com certeza já leu ou ouviu falar da revista. A publicação da Circo Editora ficou marcada pela geração de quadrinistas como Glauco, Angeli, Laerte e Luiz Gê. Se você ficou curioso, dá um google e se aventure pelo humor ímpar da Chiclete com banana.

 

Rê Bordosa

re-bordosa

 

Imagine uma mulher de 40 anos desbocada, alcoólatra, sem bom senso e ninfomaníaca? Essa é a Rê Bordosa, uma personagem que fez sucesso na extinta Chiclete com banana e que já morreu mais vezes do que se possa imaginar? Mas não se preocupe, ela sempre volta.

 

Cora e Finnir

cora-e-finnir

 

Esse é um projeto de qual faço parte e que tenho muito orgulho. Com desenho de Renato Takahashi e texto de Monise Reis, Cora e Finnir é uma história sobre uma gnomo maluca, um anão rabugento, um mundo cheio de “aventuras e altas confusões”.

 

Laerte

piratas-do-tiete

Uma das maiores cartunistas brasileiras e um dos grandes nomes da revista Chiclete com Banana, responsável pelo impagável grupo do Piratas do Tietê, um grupo de saqueadores que navegavam pelas águas do rio Tietê em busca de vítimas para saquear ou torturar apenas pelo prazer da diversão.

 

Will Tirando

anesia_comercial-camera

O cartunista paranaense conquistou o mundo dos quadrinhos e caiu nas graças das redes sociais. Em suas tirinhas você encontra o melhor do humor do cotidiano e personagens que o representam, entre eles, a emblemática Anésia.

 

Magias e Barbaridades

magiasebarbaridades

Uma história com tudo que um quadrinho precisa ter: diversão, aventura e claro, muito humor. A trama além de interessante, é muito criativa e bem amarrada. Vale a pena se aventurar no mundo que o cartunista Ciccone criou.

 

Objetos inanimados

razao-e-emocao

 

A série de tirinhas que conquistou as redes sociais, e também virou livro, traz os objetos do cotidiano de uma forma diferente. Você com certeza nunca mais os verá da mesma forma, vai por mim. Entre muito humor e sacadas sensacionais, Guilherme Bandeira, o cartunista que dá vida a essas tirinhas, traz também um pouco de razão vs emoção.

E você, acha que faltou alguma dica? Conta aí!

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.

Monise Reis

Redatora na maior parte do tempo, legal quando necessário e Power Ranger nas horas vagas.