entretenimento

Participamos da Virada Cultural desde que moramos em São Paulo e lá se vão muitas edições. Se para alguns é uma oportunidade para ver seus artistas favoritos gratuitamente na cidade, para nós sempre foi uma oportunidade de caminhar livremente (mais ou menos, pois as ruas ficam cheias) com segurança na região central da cidade e descobrir manifestações culturais diferentes.

Bons exemplos são estes grupos que vimos em 2010, no Vale do Anhangabaú:

Neste ano, com o  aplicativo mobile gratuito para iOS e Android, creio que parte das reclamações que fiz em 2010 serão reduzidas e poderemos entender o que estaremos vendo! Novamente, durante 24 horas acontecerão em muitos pontos da cidade (114 locais) mais de mil shows, espetáculos teatrais, intervenções artísticas, artes circenses e até uma virada hacker. E com o aplicativo, que mostro na imagem abaixo, podemos escolher atrações, ver detalhes e até organizar na agenda do celular com um toque.

aplicativo da virada cultural 2012

Vale ver algumas coisas como o Palco MTV (nas proximidades da Estação da Luz), com rock e  Chef na Rua (no Minhocão), que reunirá grandes nomes de restaurantes da capital, como o chef Alex Atala com versões chiques de pratos brasileiros a preços populares.

Para as crianças creio que vale dar uma passada na Casa das Rosas para ver o espetáculo musical “Caixa dos Sons Imaginários” com o grupo Batucante e quem sabe ficar para ver o sarau “Pastuscada!” (meus filhos já ficaram para saraus lá e se divertiam muito com a “esquisitice”). Há promessa também de oficinas de bonecos e apresentações de teatro e música.

Na mobilidade eu vejo a melhor parte da Virada Cultural. Afinal, o mais legal deste movimento é que a cultura vai até você, não é só no Centro que a Virada Cultural acontece. Há uma programação diversificada e gratuita nos CÉUS da Zona Leste (um deles tem Palavra Cantada, por exemplo) e também das unidades do SESC, mas há também a possibilidade de caminhar ou pegar metrô e ir de um lado a outro, aproveitando o que lhe interessar.

Sim, metrô. Aproveitando o esquema de segurança que se monta sempre nestes eventos, vale deixar o carro em casa e usar transporte público. Todas as estações de trens e do Metrô estarão abertas ininterruptamente com embarques e desembarque ocorrendo durante toda a madrugada. Já a SPTrans terá uma rede de linhas funcionando durante as 24 horas do evento, no site da SPTrans é possível conferir as linhas os itinerários. E antes de sair de casa, vale ver este post que ensina a sobreviver na Virada Cultural.

😉

Você pode gostar também de ler:
Neste domingo a CicloFaixa chega à Zona Leste e, embora seja longe da Mooca (mais
"Eu já fiz o meu 'upgrade'. Só vou sair do Tatuapé para morar no Jardim
Há anos acompanho o movimento em vários países no sentido de que este trabalho remoto
Estamos no SESC e lembrei de muitas famílias leitoras. Inscrevemos os meninos no Curumim que
[update] No domingo, 20/05/2012, Xuxa surpreendeu o Brasil todo confidenciando no Fantástico que sofreu abuso
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas