conversas de cozinha / destaque / empreendedorismo / sustentabilidade

vinho-sustentavel-concha-y-toro-fetzer

Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores?

Eu sou.

Se tiver coisas obscuras na cadeia produtiva, eu já corto e demoro a me convencer a voltar a consumir.

Por outro lado, sou sensível a ações positivas, o que faz do gentil anúncio da vinícula Conha y Toro sobre suas certificações me agradar bastante. Graças a ele fiquei sabendo que uma das empresas do grupo, a Fetzer (da região de Mendoncino, CA), foi a primeira do segmento a receber a certificação Zero Waste (da responsabilidade com os resíduos na cadeia produtiva) e da BCorp (do comprometimento com o bem-estar social e ambiental), além do domínio Green (que atesta seu comprometimento com o meio ambiente).

Quer entender para descobrir se as marcas que você consome também são do bem?

Lixo Zero

zero-waste-lixo-zero

Aqui no Brasil o Instituto Lixo Zero Brasil é a única organização autorizada pela Zero Waste International Alliance (ZWIA) a reconhecer e certificar processos de implementação das práticas do conceito Lixo Zero, que consiste no máximo aproveitamento e correto encaminhamento dos resíduos recicláveis e orgânicos e a redução – ou mesmo o fim – do encaminhamento destes materiais para os aterros sanitários e\ou para a incineração. Parece simples, mas ainda estamos distantes deste conceito e cada vez que uma empresa cuida de toda a cadeia produtiva, a gente tem que valorizar! E vale se aprofundar para entender como podemos ajudar/cobrar para que mais empresas sigam o exemplo.

Sistema B

b-corp-sistema-b-empresas-do-bem

Quem concede o selo B Corp? O selo é do Sistema B, um movimento global que busca criar um ecossistema de Empresas B, ou seja, aquelas que passaram pelas transformações acima. Surgiu nos Estados Unidos em 2006 e por lá, as empresas certificadas são chamadas de B Corporation, onde o “B” se refere a “benefit corporation”. O movimento foi idealizado pelos americanos Jay Cohen Gilbert e Bart Houlahan, sócio-fundadores da AND 1, uma empresa especializada em acessórios de basquete, além do empresário Andrew Kassoy.

O objetivo do Sistema B é impulsionar as empresas a fazerem parte de um movimento de mudança. De construir junto.

O movimento já está distribuído por vários países do mundo. Na América do Sul, o Chile foi o primeiro a abraçar o Sistema B, seguido por Argentina e Colômbia. No Brasil, a ONG chegou em 2013 e no mundo inteiro já existem 1 200 empressas certificadas, 600 delas só nos Estados Unidos – e por enquanto 30 no Brasil.

E o que isso quer dizer no caso de uma vinícola?

De forma prática, empresas que buscam certificações assim promovem ações que visam minimizar os impactos ambientais, com foco na redução do consumo de água, utilização de energias renováveis e redução das emissões de gases efeito estufa.

Para ter uma ideia da dimensão dessas iniciativas, em 2016, a Fetzer implantou um sistema de tratamento que utiliza microorganismos para remover os contaminantes da água utilizada no vinhedo. Esse processo regenerativo requer frações da energia utilizada no processo tradicional, e a vinícola californiana foi a primeira dos Estados Unidos a processar 100% da sua água por meio dessa tecnologia, reaproveitando mais de 15 milhões de galões anualmente.

Pesquisando entendi que nada disso é novidade. Ok, só por ser da California, uma empresa fundada na época dos ventos de mudança, já temos uma noção, concordam?

vinicula-fetzer-california

Fundada em 1968 por Barney Fetzer na província californiana Mendocino, umas das principais regiões vitivinícolas americanas, a Fetzer cresceu sob o mote “Rebels”. Com localização perfeita para o cultivo de uvas, a história da vinha preserva o legado de Barney Fetzer, e, mesmo adotando estas práticas (ou até por isso!) tem safras excepcionais.

“O que é bom para a terra, é bom para uva e uvas boas fazem os melhores vinhos”.

Como discordar?

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas