a vida quer

Degustação de vinhos da Cave Jado por você.

Há uma semana tive a honra de conhecer as francesas Dorothée e Jeanne, donas da importadora Cave Jado, e de participar de uma degustação de vinhos franceses que elas trazem para o mercado brasileiro.

A reunião, na pâtisserie Douce France, me permitiu trocar idéias com ambas e expor minha vontade de trazer parte do conhecimento da harmonização e da apreciação de vinhos franceses para os brasileiros através das mídias sociais.

Que casal jovem, especialmente os recém-casados, não deseja completar um belo jantar para os amigos (ou uma ocasião especial a dois) com um bom vinho francês? Muitas vezes eu mesma deixei de comprar estes vinhos porque não sabia como escolher, harmoniza-los com os pratos que preparo, com o clima da minha região… sem falar na dificuldade que sentimos para avaliar se os preços equivalem à qualidade. Ao conhecer sua carta de vinhos e perceber que os valores praticados pela importadora são muito competitivos, sugeri a elas um trabalho nas mídias sociais para uma “educação” dos brasileiros que desejam conhecer este universo, oferecendo a oportunidade de aprender a incluir esta bebida milenar – e tão saudável – em nossa rotina. 

Como estive no evento como jornalista – e não sou em absoluto expert na área para degustar e opinar -, não sei indicar ou avaliar o que provei. Mas fiquei encantada com o muscadet Domanine des Cognettes. Claro, um vinho branco, só para provocar @gnsbrasil que prefere os tintos. 😉

P.S. Na ocasião indiquei às duas dois blogs sobre vinhos que eu aprecio: The wine is on the table e Vinhos, panelas & livros.

Você pode gostar também de ler:
  Killa P. deu a letra, Patti Cake$ eu fui ver. Um filme irado, é
Photo by Heidi Sandstrom. on Unsplash Primeiro post da segunda metade
Hoje estava lendo num do facebook, o pessoal tirando um sarro de uma entrevista da
Muita gente se pergunta...afinal faz sentido usar um protetor térmico toda a vez que uso
A nova modinha entre as vlogueiras de Beleza gringas são 100 camadas de alguma coisa,
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas