Vik Muniz no MASP

autorretrato de Vik Muniz obras criadas com comida e até lixo

Não sabe o que fazer na companhia da sua mãe neste domingo? Se for a sua praia, uma dica é aproveitar uma exposição que está no MASP. Minha mãe vem passar uns dias conosco e , como fazemos sempre nas visitas dela, vamos visitar alguns espaços culturais – e o MASP é um dos favoritos dela.

A retrospectiva da carreira do fotógrafo e artista plástico Vik Muniz está no MASP (Museu de Artes de São Paulo, Av. Paulista, 1.578, São Paulo, SP) até 12 de julho, após uma temporada de grande sucesso no Rio de Janeiro (mais de 30 mil visitantes entre janeiro e março).  A importância de sua obra, além de ser um típico paulistano (criado na Lapa e formado pela FAAP), está no sucesso internacional que ele obteve. Nos EUA desde 1983, Vik Muniz se tornou uma personalidade por suas exageradas e polêmicas performances visuais que incluiam feitos como cobrir fotografias com geléia, chocolate, calda de caramelo e retocá-las de forma irônica e debochada, com arames e até mesmo pó de terra.

vik muniz monalisa de Leonardo da Vinci ganha versões feitas com geléia e pasta de amendoim
Monalisa de Leonardo da Vinci ganha versões com geléia e pasta de amendoim

Ele foi o primeiro artista brasileiro a ganhar exposição individual no Whitney Museum of American Art, instituição que costuma privilegiar apenas artistas contemporâneos nascidos nos Estados Unidos. Suas obras também estão em outros museus novaiorquinhos como o Metropolitan e MoMa.

A exposição brasileira tem 131 obras, todas fotografias, com criações desde 1988 até os dias atuais. Em todas, de alguma forma, Vik Muniz explora propositalmente um caráter híbrido e ambíguo da imagem, o que torna suas obras sedutoras.

P.S. O fato de ele ser criado na Lapa e ter estudado na FAAP faz pensar se Walcyr Carrasco não se inspirou nele para compor os primeiros capítulos da vida do personagem Gabriel em Caras e Bocas, né? (Admito, depois de anos sem me prender numa destas tramas, esta novela eu sinto por não poder ver todos os dias. )

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook