Viajar de carro em família é ótimo… mas os banheiros das paradas de estrada, OMG!

banheiro decente em beira de estrada

Adoramos viajar de carro aqui em casa. A família mora longe da gente e acostumamos a pegar a estrada para visitar os queridos em Curitiba ou Niterói algumas vezes por ano. Vamos com calma, cantamos no carro, os meninos costumam dormir e agora eles também brincam muito com a irmãzinha bebê.

Mas, com esta super troca num ambiente super fechado (o carro) e a chegada de mais uma menina na família, voltei a me incomodar com a preocupação de mãe sobre a higiene dos banheiros nas paradas no meio do caminho.

Vamos combinar que banheiro de parada é um tiro no escuro. Pode ser ótimo ou uma bomba, daí o valor de “mapear” os lugares “seguros” para a família.

Uma das minhas preocupações era o uso do vaso sanitário, mas achei locais no trecho SP-Rio que já contam com aquele dispositivo quer troca automaticamente o plástico do assento, sabem? E descobri que, ao contrário do que eu pensava, a transmissão de doenças por contágio em sanitários é rara. Ocorre, principalmente, quando uma pessoa contaminada entra em contato direto com outra, mas o ideal é não encostar no local que apresenta secreções e fluidos. Desta forma, não há chance de transmissão.

Por outro lado, pouca gente lembra que o perigo de contaminação não vem só pelo sanitário. É necessário ter cuidado com as maçanetas das portas ou torneiras – eu confesso que só pego nelas usando uma toalha de papel como luva improvisada! Os motivos para este exagero são reais: podem estar contaminadas por agentes que causam gastroenterite, uma inflamação aguda que compromete os órgãos do sistema gastrointestinal, causando febre, enjoo, diarreia e vômitos.

Para previnir é importante lavar bem as mãos (especialmente das crianças, que podem levá-las à boca), secando-as com toalha de papel descartável. Evite também tocar em objetos com as mãos limpas (que depois podem ir à boca ou à dos pequenos), causando problemas como infecção urinária, diarreia e hepatite A.

A solução que encontrei por aqui é levar na “bolsa de mãe” uma necessaire de viagem que tenha lenços de papel e embalagens pequenas de álcool gel e sabonete líquido bactericida. Minha escolha é Lifebuoy, que contém Active 5, um composto que combate bactérias e auxilia na proteção da saúde da sua família.

20131007-144255.jpg

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook