Viagem ao Centro da Terra



Na sexta-feira, depois da visita ao cirurgião plástico, Giorgio foi oficialmente liberado para passear e fomos ao cinema. Pretendíamos ver Kung Fu Panda – filme que estava nos planos no acidente e por isso resultou em muitos brinquedos dos personagens ofertados nos dias de hospital pelos tios – mas não conseguimos chegar em tempo para a sessão.

Acabamos vendo o filme que o Enzo espera com ansiedade há meses: Viagem ao centro da Terra. A sala no Shopping Estação não nos permitiu ver em 3D (desculpa boa para assistirmos novamente outro dia, já que dizem que o filme só tem graça mesmo em 3D), mas tivemos minutos de diversão e muita emoção num filme que é juvenil – acredito que crianças, só sendo mini-cientistas como nos meus filhos para acompanhar e gostar de verdade da aventura. A história, que cita o livro homônimo de Júlio Verne, é centrada na aventura de um garoto de 13 anos, Sean (John Hutcherson), em viagem inusitada com seu tio Trevor (Brendan Fraser) e a guia turística Hannah (Anita Briem) nas montanhas da Islândia em busca de explicações para o sumiço do pai do garoto, o cientista Max Anderson. Tanto o pai de Sean quanto o de Hannah eram vernianos, seguidores da obra de Verne, que acreditam que seus livros são mais do que ficção científica. Uma aventura que agradou imensamente ao Enzo que adora paleontologia, botânica e geologia, e divertiu Giorgio, que é destemido e ávido por desafios. No mais, a importância da figura paterna, da amizade entre irmãos (os Anderson eram muito ligados e trabalhavam juntos como cientistas pesquisadores numa universidade antes do sumiço de Max) e o imenso valor de se acreditar nos sonhos e saber encontrar os meios para realiza-los são, como diria meu filho, a moral da história. ;)

No final da sessão, tivemos que passar na Livraria Curitiba (como gosto do atendimento de lá, onde os vendedores são bem treinados!) para comprar um exemplar do livro Viagem ao Centro da Terra, de Júlio Verne, sem o qual Enzo não sossegaria! A leitura está sendo ótima e lembra momentos do filme em que os personagens se baseiam na obra e na aventura de Otto Linderbrock para voltarem ilesos à superfície.

(Logo em seguida, na festinha de aniversário dos padrinhos do Enzo, os tios Madi e Tarquino lhe deram o mesmo livro, ou seja, ficamos com um credito na livraria que vamos usar hoje mesmo!)

P.S. Se você quer conferir o filme em São Paulo, o cine Bristol (av. Paulista 2064, Shopping 3, Cerqueira César, SP, fone 3289-0509) se destaca. Segundo a Folha de S. Paulo, “a sala 1 está equipada com um novo projetor norte-americano que, aliado a óculos especiais, garante efeitos bastante realistas”.

Google+ Comments

Tags: Brendan Fraser, Kung Fu Panda,

Comente, compartilhe! ;)

4 respostas para “Viagem ao Centro da Terra”

  1. Querida Sam,
    Hoje vou viajar, passei para deixar um abraço e encontrei as últimas postagens que relatam o que aconteceu com o seu pequeno.
    Minha querida, acompanhei o começo das férias dos seus meninos na doce casa dos avós, suas reações nos primeiros dias de “ninho vazio”, agora fico sabendo do incidente com Giorgio.
    Depois que li as postagens tenho que confessar que o meu carinho por você ficou maior, fiquei emocionada ao perceber a sua capacidade de lidar com a adversidade de maneira saudável procurando mesmo nos momentos de preocupação ou tristeza, passar afeto e esperança .
    Estarei pensando e torcendo por vocês. Tenho certeza que seu garoto vai se recuperar e que esse momento ficará marcado apenas como mais uma experiência em sua vida.
    Com afeto,
    Leonor

  2. Tânia disse:

    Oi Sam!
    Andei sumida da blogosfera. O último post que li aqui, foi justamente o do dia 8 de Julho, sobre celulite. De lá para cá, andei meio afastada…
    Hoje cedo o Oscar me disse que tinha lido em algum blog sobre o incidente com o Giorgio. Vim aqui saber e acabei lendo todos os posts após o dia 8.
    Ai que agonia vc deve ter passado durante esses dias… Bem, espero que daqui para frente seja só alegria.
    Eu e o Oscar fomos assistir Viagem ao Centro da Terra, mas aqui ainda não há cinema e nem equipamentos para assistir em 3 D. Não achamos muita graça também. O Téo não foi, prometemos levá-lo para ver Wall-e. O Kung Fu Panda ele já assistiu e adorou.
    O Téo tem muito medo de cachorro, pavor mesmo… eu acho que é trauma de outra reecarnação, porque não tem explicação. Tenho tentado ensinar que existem cachorros bonzinhos e ferozes, mas ele teme até mesmo aos poodles. Fazer o que. Agora resolvi não insistir mais.
    Beijos e um abraço afetuoso ao Giórgio.

  3. Lella disse:

    Oi Sam!

    Só agora que fiquei ciente do que houve. Fico até envergonhada. Não tenho visitado os Blogs dos amigos já há algum tempo. Hoje, que me fiz fazer isso primeiro.
    Li as postagens anteriores… Preferi escrever nesse por ver que ele, seu filho, já está indo ao Cinema. Que bom!
    Sobre cicatrizes… Lembro de uma entrevista com a Mallu Mader, sobre cirurgia plásticas… Em resumo, ela falou que uma cicatriz que tinha no abdome, ela não quis retirar, pois estaria tirando parte de sua história.
    Claro que há cicatrizes e cicatrizes… Como seu menino é criança, você saberá avaliar melhor.
    O legal é em ver que ele é bem-humorado!
    Assim como, saber que você está bem também!
    Cuidem-se ambos!
    Beijão,

  4. Tiffany disse:

    Sa, fico feliz que todos estão bem, vc sabe.
    Imaginei que o Enzo iria querer ver este filme, o Ju e eu tb estamos ansiosos para ver, mas nessa fase baby, vc sabe… só se a gente se revezar para poder assistir no cinema mesmo, senão fica para o DVD. De qualquer modo, o filme, a obra tema, as idéias, tudo tem a ver com o nosso querido Enzo… é perfeito pra ele. E que pena que assistiram sem os óculos 3D, não deixe de ir ver novamente, valerá a experiência pois acho que o Gio e o Enzo irão se divertir mais ainda.
    Depois me contem.
    E bem vindos ao lar, que tudo corra bem e quando as férias dos meninos acabarem, não faltem histórias para serem lembradas e recontadas, sempre com humor nota 10! Boa sorte no curso também, beijos. Ti

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.