Vendo TV pela internet sem pirataria

Em meio as discussões de direitos autorais e do uso da internet para transmissão de conteúdo, lembrei que eu não tinha escrito aqui sobre um produto que tem sido uma “mão na roda” para nós nestas férias chuvosas e que é uma alternativa à assinatura de TV a cabo ou um complemento para quem assina, pois é totalmente “móvel” e pode ser acessado por várias mídias.

Assinamos aqui o NetFlix há alguns meses, mas só nestas férias chuvosas é que estamos realmente aproveitando o acervo de filmes, séries e documentários que estão disponíveis neste sistema de “on-demand internet streaming media” (quem quiser me ajudar com a tradução deste conceito, por favor, se manifeste). Uma única assinatura (bem em conta, de cerca de 15 reais) permite que todos aqui tenham acesso simultâneo à estante virtual no computador (através do site) ou com aplicativos (gratuitos) nos nossos gadgets como Wii (na Wii Store), Tablet Android ou dispositivos da Apple (iPod, iPhone, iPad).

Parece propaganda, mas não é. Como quando contei que via as novelas fora de hora (e sem comercial) usando assinatura paga da Globo.com, minha intenção é trazer alternativas. Como consumidores podemos tomar a frente e mudar a forma como as marcas se relacionam com nossos horários e desejos de consumo de cultura e entretenimento, mas para isso devemos demonstrar que as alternativas (como esta, que nos atende onde estivermos e com preço razoável) são viáveis e comercialmente interessantes.

Continuar vendo os seriados e filmes baixando-os pela web, de sites como o (agora muito famoso) Megaupload, não nos levará ao mercado que desejamos. Então, que tal conhecer alguns serviços como o Netflix (que recomendo aqui porque tenho usado e prefiro porque não exige download, transmite pela internet) ou o Terra TV (que tem detalhes aqui) e Saraiva Digital (aluguel online de filmes no qual se faz download, uma alternativa)?

E estes serviços contam com a "ajuda" das indicações dos amigos! Olha aí!

Nestas férias e com as crianças, vejo duas grandes vantagens neste tipo de assinatura em substituição à TV paga tradicional. A primeira é que eu vejo a assinatura e sei o que estão vendo (sim, o canal é aberto, mas eu configurei para ser avisada quando  um programa começa a ser exibido e este aviso acontece em tempo real, imediatamente). A segunda é que não são expostos a comerciais e com isso me sinto mais tranquila sobre o apelo ao consumo que é imenso nos canais infantis.

E, por fim, podemos começar a ver algo num gadget (na TV da sala, via Wii, por exemplo) e continuamos, tranquilamente, do mesmo ponto, quando quisermos, pois fica em “stand by”, à espera do retorno e o faz em perfeita sincronia com a nova mídia. Quer um exemplo: saímos para jantar nesta semana e meu filho estava vendo um filme infantil em casa. Após o jantar, quando a conversa dos adultos se alongou na sobremesa e café, ele pegou o iPod, solicitou a senha do wifi pro garçom e silenciosamente voltou a ver o filme. Simples assim.

E você, tem usado alternativas assim? Compartilhe nos comentários!

Posts relacionados

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook