destaque / mobilidade / sustentabilidade

rodizio-sao-paulo

Uma novidade parece promissora para o mercado de carros híbridos e para quem acredita que este seria um modelo mais sustentável de transporte: isenção do rodízio municipal para veículos motorizados elétricos e de combustíveis híbridos. Com a medida, automóveis, caminhões e motocicletas menos poluentes poderão circular na cidade de São Paulo em qualquer dia da semana, independentemente do final da placa.

Desde outubro de 1997 a capital paulista mantém o Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores no Município de São Paulo, criado pela Lei nº 12.490 e regulamentado pelo Decreto nº 37.085. O rodízio determina que veículos sejam proibidos de trafegarem em ruas e avenidas do chamado minianel viário em determinados dias da semana, de acordo com o número final da placa, das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas. Os veículos com placa com final 1 e 2 são proibidos às segundas-feiras; 3 e 4 às terças; 5 e 6 às quartas; 7 e 8 às quintas; e 9 e 0 às sextas-feiras. O valor da multa é de R$ 85,13, com perda de quatro pontos na carteira, por ser infração de trânsito de nível médio.

O objetivo da isenção do rodízio municipal para veículos motorizados elétricos e de combustíveis híbridosque se soma ao desconto de 50% no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), sancionado pelo prefeito no mês passado e regulamentado nesta segunda (14), é baratear o custo desse tipo de veículo, estimulando a aquisição por parte do cidadão e a produção pela indústria nacional. Enquanto os veículos elétricos não emitem CO², os híbridos são até 40% menos poluentes que os carros comuns.

ch-proposta1

De quantos carros estamos falando em setembro de 2015? 

  • Em todo o Estado de São Paulo, estão licenciados 2.214 veículos menos poluentes, sendo apenas 723 particulares.
  • A frota licenciada de veículos comuns a gasolina ou diesel, só da cidade de São Paulo, é de quase 8 milhões.
  • Vale lembrar que os carros são responsáveis por 68% da emissão de poluentes. 

  

 A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente publicou nesta segunda-feira (14) a portaria que regulamenta a Lei nº 15.997, que concede crédito correspondente ao valor da quota-parte do IPVA incidente sobre o veículo destinada ao município ou o desconto de 50% no valor da taxa.

Têm direito ao crédito proprietários de veículos licenciados na cidade, que estejam em situação regularizada, cadastrados no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) com o código que indique uso de eletricidade ou gás hidrogênio.

Para solicitar o crédito do ano anterior, o proprietário deve preencher o formulário eletrônicocom a placa do veículo, código do Renavam, de verificação da Nota Fiscal do carro, número do banco e agência para depósito, além dos dados pessoais. Em relação especificamente ao exercício do ano de 2014, o requerimento pode ser apresentado também em meio físico.

O IPVA é um imposto estadual pago anualmente pelo proprietário de todo e qualquer veículo automotor. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, as alíquotas do imposto variam de 1,5% a 4% sobre o valor venal do veículo, a depender de sua categoria. Do total arrecadado, 50% cabe ao Estado e 50% ao município onde ocorreu o emplacamento. Com o intuito de estimular a utilização de carros não-poluentes, a Prefeitura devolverá ao contribuinte 100% da sua quota-parte.

Desde 2013 se fala que os incentivos públicos poderiam popularizar os veículos híbridos. A ideia era baratear os preços de carros híbridos importados e baixar os custos de produção local desses veículos, conhecidos no Brasil por terem motores flex.

Esse seria o caminho mais eficaz para agilizar a introdução em larga escala dos híbridos no Brasil?

Não sei.

Já vi estímulos ao uso do etanol esbarrarem num problema maior e insolúvel, que é o mercado internacional de açúcar. E cada vez que ouço falar da seca (e temos vivido isso em Sampa há mais de um ano) me preocupo com tudo que é elétrico. Mas ainda quero acreditar que há outros caminhos que não o uso de combustíveis fosseis para tudo!

Alternative power concept, green emissions

Alternative power concept, green emissions

E por que esta loucura para deixar a gasolina?

Para reduzir emissões e para melhorar o consumo de combustível, dois objetivos estão estreitamente entrelaçados.

E como a gente mede isso?

Um padrão que leio por aí vem da Califórnia, onde a quantidade de poluição que um automóvel pode emitir é especificada em gramas por quilômetro (g/km)e o padrão para veículo de baixas emissões (LEV) é de 2,1 g/km de monóxido de carbono. Então, mesmo que a quantidade de poluição permitida não depende de quantos quilômetros seu carro faz com um litro, é óbvio que um carro que queima duas vezes mais gasolina para andar um quilômetro gerará aproximadamente duas vezes mais poluição – por isso, a diminuição no consumo de combustível de um carro é um dos modos mais garantidos de reduzir as emissões.

De onde veio este gastro extra?

Um carro com motor menos potente faz mais quilômetros por litro que um carro idêntico com um motor mais potente. É aquele papo do consumo na cidade, consumo na estrada, que resulta em números bem discrepantes, sabem? O que pouca gente sabe, é que a maior parte daquilo que desejamos que um carro faça usa apenas uma pequena porcentagem de sua potência. Quando dirigimos em uma rodovia a 100 km/h, o motor de carro precisa fornecer potência para três coisas:

  1. superar o arrasto aerodinâmico causado pelo movimento do carro em meio à massa de ar;
  2. superar todo atrito nos componentes do carro, como pneus, transmissão, eixos e freios;
  3. proporcionar potência para acessórios como ar-condicionado, direção hidráulica e faróis.

Para a maior parte dos carros, tudo isso exige menos que 20 cv. Assim, por que você precisaria um carro com 200 cv? Para poder “pisar fundo”, que é a única oportunidade para usar toda esta potência. No restante do tempo, você usa consideravelmente menos potência do que a disponível.

Quase te convenci?
Bom, eu tenho carro híbrido há anos.
O último carro só a gasolina que eu tive era modelo 1996 (comprado em 2001). Faz tempo, graças a Deus!
Espero que com estes dados e as dicas abaixo eu te convença a mudar também.

potencia-carros-hibridos-convencionais-2

Você pode obter o melhor consumo de um carro híbrido se tiver os mesmos hábitos de dirigir que lhe dão o menor consumo em seu carro com motor a gasolina:

  • Dirija mais devagar – o arrasto aerodinâmico aumenta consideravelmente com o aumento da velocidade. Por exemplo, a força de arrasto a 110 km/h é quase o dobro daquela a 80 km/h. Assim, manter velocidade baixa pode aumentar significativamente sua economia de combustível.

  • Mantenha uma velocidade constante – sempre que você acelera seu carro está gastando energia. Parte dela é desperdiçada quando você desacelera. Portanto, manter uma velocidade constante lhe dará um uso mais eficiente do combustível.
  • Evite paradas súbitas – ao frear seu carro, o motor elétrico do híbrido age como um gerador e aproveita parte da energia do carro para isso. Se você der mais tempo ao motor elétrico para que ele diminua a velocidade do veículo, ele poderá recuperar mais energia. Se você parar de repente, os freios do carro farão a maior parte do trabalho de reduzir a velocidade e esta energia será desperdiçada em forma de calor. O mesmo raciocínio aplica-se a carros movidos a gasolina: paradas abruptas desperdiçam muita energia.
Você pode gostar também de ler:
Neste ano meu filho mais velho completa 18 anos e - geração Uber - ele
Há alguns anos, tive a honra de fazer um "tour" por uma parte do rio
Já ouviu falar do conceito “Design de energia”? https://www.youtube.com/watch?v=4q8ugvNZyrM   O programa Shizen Global Talent
Nasci em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, região linda do Paraná. E eis que eu,
Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores? Eu sou. Se
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas