Valorização das pequenas coisas da vida

Minha mãe é uma noveleira assumida e, embora não fique o dia todo em frente à TV, na sua rotina está o “horário da novelinha”. E foi na casa dela, onde estive no final de semana, que vi um vídeo que que faz parte de um movimento de valorização das pequenas alegrias da vida.  A campanha quer mostrar que a vida é uma celebração: rever os amigos do colégio, cumprimentar o vizinho, jogar bola com o filho e dizer “eu te amo” são alguns dos exemplos que o filme dá de valorização à vida.

O filme da Cia de Cinema tem criação de Andre Regnier e Marcos Pedrosa (que assina também a direção de criação) e foi dirigido por Jeff Chies.

P.S. A peça é parte da campanha de lançamento da novela Viver a Vida, próxima novela das oito que estreia no dia 14/09 e que vai contar histórias de superação pessoal com delicadeza e sensibilidade. “O que somos capazes de superar, mesmo quando pensamos estar num beco sem saída, numa situação-limite”, conta Manoel Carlos, autor da novela. Claro que a novela tem José Mayer como galã e uma Helena como mocinha. A surpresa é que a personagem que terá o nome indefectível nas tramas deste autor não será mais a loura Vera Fischer ou a boazinha Regina Duarte. Taís Araújo está muito bonita no papel de uma modelo bem-sucedida, o que me fez ver a novela com muita simpatia.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook