casa / cultura web

20120222-211956.jpg

Durante a viagem neste feriadão tive a ideia deste post (mais um da série Mídias Sociais para sua Mãe!) que é uma resposta a mim mesma. No começo de 2010 eu perguntei aqui no blog: Foursquare tem utilidade ou é outra bobagem geek?

Dois anos de uso depois, com uma adesão ainda mais “profissional” do que pessoal (não aviso por lá tudo, evito contar dos lugares onde vou com freqüência, jamais registraria a escola dos filhos ou a academia na qual vou), sinto que posso contar pelo menos uma boa vantagem desta rede social baseada na geolocalização (o aplicativo para smartphones “encontra” você usando recursos de GPS do seu aparelho) e no cruzamento destes dados com os de estabelecimentos comerciais das redondezas.

Usando recursos do Google Maps o Foursquare facilmente encontra algum local interessante perto de você.

20120222-213141.jpg

Quer exemplos? Escolhi o hotel para passar a noite no meio da viagem usando o Foursquare. Diante de várias opções do Trip Advisor (outro aplicativo muito útil para viagens e já totalmente traduzido para o português), optei pelo que tinha restaurantes bons para família e áreas de lazer ao ar livre (para andarmos de bike) nas redondezas. Acertamos em cheio e passamos um dia excelente, sem precisar tirar o carro da garagem do hotel.

Em outras duas cidades aproveitei as ficas de amigos do Foursquare para encontrar restaurantes dentro do padrão que apreciamos. Em Paris eu tinha usado muito a rede também, mas encontrei menos dicas de conhecidos. Neste final de ano, por conta do Klout (sim, admito, limpei os pedidos de amizade pendentes no Facebook e Foursquare só por conta dele!), percebi que minha rede estendida de amigos me rendeu ótimas indicações.

20120222-213010.jpg

A grande diferença de ler uma avaliação de um jornal ou revista e seguir a de um amigo é o relacionamento. Se eu sigo um contato também acompanho os locais que ele freqüenta e tenho mais parâmetros para comparar a avaliação dele sobre um lugar e decidir se ela é pertinente para minha realidade. De certa forma, com as redes sociais segmentadas como o Foursquare e o Foodspotting (outra rede que usa geolocalização, mas só para locais ligados aos prazeres da mesa), é que voltamos a conviver em grupos pequenos e a efetivamente conhecer nossos amigos.

Mas conhecer não serve só para confiar. As duas redes ligadas ao lazer (há trabalho também, mas no geral é mais “pleasure” do que “business”) nos ajudam a ver onde os amigos estão (se estão perto e são amigos de verdade você pode mudar de bar para encontrá-los, não é?) e para fazer um pouco de “inveja” em quem não sai tanto quanto você…

Fico com as primeiras opções e, garanto, são muito agradáveis. Experimente e depois me conte, ok? Tanto Foursquare quanto Foodspotting e Trip Advisor estão disponíveis para IOS (iPhone/iPad/iPod) quanto para Android, Windows Phone e Blackberry.

20120222-213351.jpg

Outros posts sobre o Foursquare podem ser lidos aqui.

 

Posts Relacionados

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas