mãe

Nestes dias de férias dos meninos na casa dos meus pais – território onde tudo é permitido – eu aproveitei para começar a testar o Online Family, um rastreador dos passos dos filhos no uso da internet. Falo rastreador porque não é só um programa para controle dos pais (é também, dos bons, pois até desliga a máquina se passa do horário acertado), é mais um espaço para que possamos compreender que uso nossos filhos fazem da web e de seus computadores.

[Ah, mas meu filho ainda não tem um computador só dele, então não posso usar. Pode sim, como em outros sistemas de controle de pais, cada usuário é observado, então basta criar um usuário para seu filho no computador da família.]

O que achei melhor, nesta primeira semana cuidando deles à distância com o Online Family, é que consegui ver tudo daqui da minha máquina, a 500 km de distância deles. Vou continuar o teste, sem grandes restrições (eu configurei tudo na presença dos meninos e estabeleci as primeiras regras em comum acordo com ele) e depois conto para num post como foi – mas, como podem ver na imagem abaixo, já estou “no controle” e, o que é melhor, sem cercear meu filho. 😉

Você ficou com uma impressão de que estou fazendo propaganda, não é? Bem, na verdade, eu tenho a honra de contar para vocês que aceitei em junho um convite deles para ser a representante da América Latina no Family Advisory Council.

E se você se interessa pelo tema e quer também ver o Brasil representado nas pesquisas internacionais sobre Segurança online para famílias interativas, pode se juntar a nós. Estou reunindo um grupo para debater o tema e deixo aqui o convite para quem se interessar em participar me avisar deixando comentários abaixo com o perfil de sua família e avisando formalmente da sua disponibilidade para compartilhar sua experiência num grupo de discussões que vou gerenciar online. 😉

P.S. Quem está no Family Advisory Council:

– Dr. David Bickham, Ph.D.: Staff Scientist, Center on Media and Child Health, Children’s Hospital, Boston
– Anne Collier: Co-Director, ConnectSafely.org

– Véronique Fima-Fromager: Director, Action-Innocence (France)
– Marsali Hancock: President, Internet Keep Safe Coalition
– Marian Merritt: Norton Internet Safety Advocate
– David Miles: Director, Europe, Middle East & Africa, Family Online Safety Institute (UK)
– Rob Nickel: Cyber Safety Expert, Cyber-Safety.com (Canada)
– Dr. Gwenn O’Keeffe, MD, FAAP: CEO and Editor-In-Chief, Pediatrics Now
– Robin Raskin: “The Internet Mom,” Founder, Living in Digital Times, LLC
– Samantha Shiraishi: Founder, A Vida Como a Vida Quer (Brazil)
– Kim Stroemel: President, Signal Hill Parent Faculty Association
– Robyn Treyvaud: Specialist Consultant and Director: CyberSafe Kids Project & CyberSafeWorld (Australia)
– Vanessa Van Petten: Author and Youthologist, OnTeensToday.com

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas