destaque / sustentabilidade

Esta é a semana na qual mais se fala em meio ambiente por conta do dia 05 de junho. Mas algumas pessoas atuam o ano todo, sem cansar e estão sempre dispostas a mostrar para nós como fazer mais e agir melhor com o nosso planeta. Dentro deste conceito, creio que o que está ao nosso alcance deve ser feito, em especial para reduzir o consumo de bens que geram resíduos com os quais teremos que lidar inevitavelmente.

No começo do outono passei algumas semanas nos EUA e tive a oportunidade de experimentar uma vida mais comum por lá, pois optamos por alugar uma casa, o que nos deu noção de muitos detalhes do cotidiano americano, que tem suas deficiências (como o uso de carvão para gerar energia) e equívocos (como o uso excessivo de climatizadores de ambiente), mas poderia nos ensinar sobre a gestão de resíduos domésticos.

Em pouco tempo me acostumei com o triturador de lixo orgânico instalado na pia da cozinha e notei que a associação dele com o papel higiênico hidrosolúvel (lá o papel usado vai para o vaso sanitário) reduziu em mais de 50% o lixo que produzimos. Comparei com o uso da minha família em São Paulo e me surpreendi. Há também uma consciência maior no uso de embalagens – nós andamos tão cheios de embalagens no Brasil que “não venço” trocar o saco do lixo reciclável – e um comportamento maduro sobre as sacolas de compras. Não fui a nenhum espaço de reciclagem, tampouco conferi como eles fazem o despejo de lixo orgânico que sobra, mas voltei pensando que deveríamos repensar nosso modelo.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, cada brasileiro produz 1,1 quilo de lixo em média por dia.

Metade dos municípios tem lixões inadequados. Em 27,7% das cidades o lixo vai para os aterros sanitários e em 22,5% para aterros controlados, de acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico do Instituto Brasileiro de Estatística (IBGE).

Sobre nossos resíduos, tenho falado muito aqui no blog.

Cena do filme Trashed, com Jeremy Irons

E nesta semana será possível debater o que tem sido feito no mundo. O filme “Trashed – Para onde vai o nosso lixo?’’, da diretora e roteirista Candida Brady, tem exibição agendada em São Paulo para  esta quarta-feira (04/06/2014) no lançamento do Programa Cinema no Parque. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias Municipais do Verde e Meio Ambiente e da Cultura, a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental e a Rede Nossa São Paulo e objetiva levar cultura e lazer e promover a educação ambiental para a cidade de São Paulo,  inaugurando uma nova política de uso para os parques municipais da capital paulista.

Após a exibição do filme, haverá um debate sobre a relação entre Cultura e Meio Ambiente, visando fomentar um espaço de discussão sobre políticas municipais nessas áreas, com a participação dos secretários Wanderley Meira do Nascimento (do Verde e Meio Ambiente), Juca Ferreira (da Cultura) e Simão Pedro (de Serviços). Também estarão presentes o presidente da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB), Silvano Silvério, e o coordenador executivo da Rede Nossa São Paulo, Maurício Broinizi Pereira.

Serviço:

  • Lançamento do Programa Cinema no Parque
  • Data: quarta-feira, dia 4 de junho de 2014
  • Horário: a partir das 19h.
  • Local: Cine Olido
  • Endereço: Av. São João, 473 – Centro de São Paulo
  • Evento gratuito e sujeito à lotação da plateia (capacidade: 230 lugares)

P.S. Alvo de críticas, a proposta de redução das emissões de dióxido de carbono (CO2) pelas usinas termelétricas anunciado no começo de junho pelo governo Barack Obama, pretende mostrar à comunidade internacional que os Estados Unidos estão de fato engajados no combate à mudança climática, tentando fazer da preocupação com o ambiente uma das marcas de seu segundo mandato.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas