destaque / sustentabilidade

tijolos de mariana

5 de novembro de 2015.

Era para ser um dia como outro qualquer, mas algo estava para acontecer. Naquela data uma nação seria marcada para sempre por uma tragédia sem precedentes. Marcada por um mar de lama, que levou consigo vidas, histórias e toda uma cidade. Que por onde passava tingia as ruas de uma cor lúgubre e deixava um rastro de destruição e dor.

Desde então, Mariana nunca mais fora a mesma.

morte rio doce

O rio doce jaz sem vida, hoje é o retrato do total descaso com as pessoas desta comunidade, que perderam suas famílias, seu norte e que não tem ninguém há quem recorrer. É triste, mas, estima-se que leve mais de uma década para recuperar totalmente a área devastada.

 

O que fazer?

cachorro lama mariana

O barro que fora motivo de destruição hoje poderá ser usado para reconstruir toda a cidade. Essa é a proposta do projeto Tijolos de Mariana, que funciona independente de governos e empresas de mineração, que visam promover a reconstrução da cidade e minimizar o impacto causado ao ecossistema local.

Assim, com a criação de uma fábrica de tijolos artesanais, estima-se a devolução de 80 empregos diretos e indiretos à comunidade. E não só isso. Há também outros números favoráveis desta iniciativa:

 

  • Mais de 700 toneladas de lama retiradas do meio ambiente ao final de cada ano;
  • Produção de 1,2 milhão de tijolos destinados à reconstrução de casas populares, hospitais e escolas;
  • Cerca de 400 famílias da região beneficiadas diretamente com estas construções.

 

Tijolo por tijolo, Mariana será reerguida. Saiba mais em Tijolos de Mariana.


Estatísticas