Dell Valle com tecnologia verde da Tetra Pak #vivapositivamente

tetra pak e coca cola verde

O mundo “super embalado” é uma preocupação de quem quer ter uma vida sustentável. Se há alguns anos fruta era do pé, hoje tudo bem super bem acondicionado para acompanhar nossa rotina que é muito “fora de casa”, mas não necessariamente “na natureza”.

Aos cidadãos conscientes, resta a busca por alternativas que minimizem o impacto.

Pouca gente sabe, mas uma das embalagens que mais ganhou espaço no Brasil na última década e que nos garante o leitinho e suco natural sem refrigeração, a Tetra Pak, é uma das que mais investem em alternativas para reciclar seu material. Felizmente estes esforços não param por aí:  a partir deste ano todos os produtos produzidos pela companhia em suas duas unidades no Brasil terão plástico verde também nas camadas protetoras das embalagens cartonadas, mais conhecidas como as caixinhas “longa vida”.

Plástico verde e reciclagem de caixinhas longa vida já foram tema de inúmeros posts aqui no blog. 

A novidade agora é reunir tudo.

Desde o anúncio – na 29ª Fispal (Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística para a Indústria de Alimentos e Bebidas) – estou na expectativa deste avanço. Gostei também por saber que estes avanços terão impacto social na cidade onde nasci, Ponta Grossa (PR), onde um investimento de R$ 150 milhões na duplicação de sua fábrica garantirá a capacidade produtiva condizente com a demanda deste novo produto.

Veja quais são os diferenciais sustentáveis:

  • 82% da composição das caixas longa vida serão de materiais provenientes de fontes renováveis com o plástico verde (desenvolvido a partir do etanol da cana-de-açúcar) e o polietileno de baixa densidade (LDPE) será parte da proteção das embalagens. Para se ter uma ideia, para cada tonelada de plástico verde produzida são absorvidas 2,5 toneladas de gás carbônico da atmosfera
  • as tampas das caixinhas de suco também são verdes. Desde 2011 as StreamCap, feitas com o polietileno de alta densidade (HDPE), fazem parte das primeiras embalagens de alimentos líquidos do mundo a utilizar a resina proveniente da cana-de-açúcar para compor seus produtos
  • o material é aproveitado depois, sabiam? Como já contou nossa colaboradora @alinekelly, a Tetra Pak mantém parcerias em todo o Brasil com cooperativas que fazem o recolhimento das embalagens já utilizadas e descartadas pela população, além de usar os resíduos de suas fábricas para a produção de novos itens
  • das caixinhas recicladas surgem cadernos, agendas e canetas, passando por vasos e até telhas usadas na construção civil. Tudo à base de resíduos de plástico e papel transformados em 35 fábricas recicladoras no país, responsáveis pela fabricação e distribuição desses produtos
  • no Brasil ainda reciclamos pouco Tetra Pak. Em 2013 houve um aumento de 10% na reciclagem de embalagens longa vida globalmente, fazendo com que o volume saltasse de 528 toneladas para 581 no ano passado. Isso significa que cerca de 3,6 bilhões de embalagens foram recicladas no ano passado em relação a 2011. Só a subsidiária brasileira alcançou um volume de 65 mil toneladas recicladas, o que corresponde a 29% do total produzido

Mas ainda temos outro desafio para tornar a embalagem 100% renovável: encontrar substitutos à altura do alumínio no que se refere à segurança para os alimentos e preservação das características dos produtos. E precisamos encontrar logo porque o mercado cresce assustadoramente.

Em 2012, o volume de embalagens cartonadas fornecidas para essas indústrias de bebidas cresceu 25%. Com isso, a Tetra Pak viu seu faturamento bruto crescer 9% no período em relação a 2011, chegando a R$ 4,3 bilhões só no Brasil. Com as parcerias, a Tetra Pak tem a meta de chegar a 2020 com 100% das matérias-primas renováveis. E a Coca-Cola é a primeira empresa da indústria de bebidas a adotar essa tecnologia em todo o seu portfólio de embalagens cartonadas, possibilitando mitigar ainda mais o impacto de suas embalagens no meio ambiente.

Sobre este mercado e o desejo de ter um crescimento sustentável que hoje serei mediadora de um Hangout On Air com representantes da Coca-Cola e da Tetra Pak no youtube.com/samegui.

Como curadora de conteúdo da plataforma Viva Positivamente e grande entusiasta da participação democrática na internet dos formadores de opinião, que podem exercer cidadania no mundo digital e assim impulsionar o mundo *real*, abro o espaço no meu canal do youtube para que perguntas sejam enviadas ao vivo nos comentários do hangout ou através de vídeos no instagram marcados com a hashtag #vivapositivamente (enviados até as 15h de hoje).

Conto com sua presença!

Acompanhe ao vivo:

P.S. Teremos a ilustre participação de blogueiros do Viva Positivamente: Ana Medeiros (@avoqueria), Jorge Freire (NerdPai), Aline Kelly (@sustentavel2_0), Leonardo Borges (@biossustentavel), Julianna Antunes (@sustentabilizar), Ana Maria Coelho (@loungeeemprede) , Tiffany Stica (@blogdati), Renê Silva (@vozdacomunidade) e Anderson Costa (@movebla).

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook