entretenimento

teatro de sombra chines

O SESC Santana traz para Sampa nesta semana a Companhia de Teatro de Sombras de Tangshan em duas apresentações na capital e uma na cidade de Guarulhos. Lembro de ter visto em filmes cenas muito bonitas de apresentações populares deste tipo de teatro de sombras e gostaria muito de poder ver uma destas apresentações no Brasil. Fico curiosa sobre a companhia que vem ao Brasil e foi fundada em 1943 (como terá sobrevivido à Revolução Cultural chinesa?) e desde então promove uma grande reforma no trabalho tradicional do Teatro de Sombras, desenvolvendo e aprimorando temas, personagens, coloridos, imagens e material das figuras, aumento do tamanho das silhuetas na tela, bem como aperfeiçoando e modernizando iluminação, música e cenários.


Como tudo na China o Teatro de Sombras tem uma história milenar:  o de Tangshan, chamado de “Sombras de Laoting”, não tem registro histórico que ateste com precisão seu período de origem, mas consta que em 1958 a descoberta de “uma cópia manuscrita datada do ano de Wanli Jimao, no período da Dinastia Ming, registra seus personagens intactos, bem como roteiros precisos e sua forma única, mantidos até hoje, como uma forma artística já bastante madura então”.

O curioso é que visto dos bastidores, como neste video, não podemos imaginar a reação apaixonada da platéia (no video abaixo).


Há uma lenda sobre o teatro de sombras chinês:

No ano 121, o imperador Wu Ti, da dinastia Han, desesperado com a morte de sua bailarina favorita, ordenou ao mago da corte que a trouxesse de volta do “Reino das Sombras”, caso contrário, seria decapitado.
O mago usou a sua imaginação e através de uma pele de peixe macia e transparente, confeccionou a silhueta de uma bailarina. Quando tudo estava pronto, o mago ordenou que no jardim do palácio, fosse armada uma cortina branca contra a luz do sol e que esta deixasse transparecer essa luz.
Houve uma apresentação para o imperador e sua corte. Esta apresentação foi acompanhada de um som de uma flauta que “fez surgir a sombra de uma bailarina movimentando-se com leveza e graciosidade”. Neste momento, teria surgido o teatro de sombras.

Com este clima mágico, o espetáculo traz a São Paulo O Grou e a Tartaruga (com duração de 9 minutos), O Panda Mimi (15 min), O disfarce do Demônio (7 min), Roubando do Palácio do Dragão (8 min), Combate de Lutas Marciais (7 min).

As apresentações acontecem nos dias 13 e 15/08 no SESC Santana (Av. Luiz Dumont Vilares, 579, fone 6971-8700) com ingressos que variam de R$ 2,50 a R$ 10,00. E no dia  16/08 no Teatro Padre Bento em Guarulhos, com entrada franca.

[update] Agradecimentos à @cintiacosta que compartilhou o release e a dica entre os blogueiros reunidos pela Bites [/update]


Você pode gostar também de ler:
As férias estão chegando, a grana está curta e  você não vai ter dinheiro para fazer aquela
Uma das coisas que mais amo fazer é ir ao teatro. E enfim quebrei o
Estamos no SESC e lembrei de muitas famílias leitoras. Inscrevemos os meninos no Curumim que
No final de semana passado tivemos um compromisso diferente: fomos ao teatro ver uma rádio
Ver musicais no teatro era um sonho de criança que comecei a realizar graças ao
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas