sustentabilidade

“Vocês acham que a sustentabilidade virou assunto pop? Algo que todos estão falando, ou ainda não se faz presente nas conversas e vidas das pessoas, de modo geral?”
@mafaldamonacast

Outro dia, lendo um tópico aberto por Mafalda “Sustentabilidade virou assunto pop?” num forum de sustentabilidade, eu falei do greenwashing, o marketing que passa uma imagem ecologicamente responsável dos serviços ou produtos quando a conduta da empresa não é sustentável no que importa. É uma pena, mas o modismo da sustentabilidade nos obriga a ficar de olho no marketing que passa uma imagem ecologicamente responsável dos serviços ou produtos quando a conduta da empresa não é sustentável no que importa.

Por outro lado, o tema, mesmo quando usado como marketing nas redes sociais, serve para uma forte conscientização. Sou ligada a “movimentos verdes” no terceiro setor há uns 20 anos e agora é tão mais fácil explicar para os outros do que falamos, convidar para conhecer e participar mais ativamente que eu sempre me regozijo com isso.

Com as redes sociais, seja no Orkut, Facebook, Twitter ou mesmo em fóruns como este, a gente pode trocar ideias e encontrar pessoas com afinidades, de forma a transformar a ideia em algo pratico e de concretizar o dito popular de que a união faz a força.

Se sustentabilidade é pop, no sentido de estar na moda (muita gente falando e muita empresas buscando praticar), será que chega a inspirar as pessoas a mudarem hábitos dentro de casa? Acredito que sim: as crianças são os melhores difusores deste tema, pop ou não, né? Li um artigo legal da Juliana Antunes (do Sustentabilidade Corporativa) no qual ela falava bem disso:

“Uma das táticas mais eficientes do marketing para criar e fidelizar consumidores desde cedo é a comunicação com o público infanto-juvenil e as técnicas de trade para essa faixa etária. De uns anos para cá o assunto vem sendo muito debatido por órgãos, sociedade e governo. Não foi um movimento capitaneado pela sustentabilidade, mas tem a ver principalmente porque trata de um público ainda em formação dos seus valores.”

Você aí, que está me lendo, participa de alguma comunidade legal no Orkut ligada à sustentabilidade? E curte ações interessantes no Facebook ou segue perfis que valem a pena no Twitter? Compartilhe!

Você pode gostar também de ler:
Neste ano meu filho mais velho completa 18 anos e - geração Uber - ele
Há alguns anos, tive a honra de fazer um "tour" por uma parte do rio
Já ouviu falar do conceito “Design de energia”? https://www.youtube.com/watch?v=4q8ugvNZyrM   O programa Shizen Global Talent
Nasci em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, região linda do Paraná. E eis que eu,
Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores? Eu sou. Se
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas