Sua empresa cria inovações sustentáveis? Isso vale um prêmio!

“Inovação e sustentabilidade devem estar atrelados ao crescimento dos negócios, numa  combinação que pode ser um poderoso instrumento de gestão nas mãos dos empresários, já que são cada vez mais relevantes para o mercado e determinantes na preferência dos consumidores.”

Falamos tanto em sustentabilidade e nas boas práticas que gostaríamos de ver na cadeia produtiva, mas pouco acompanhamos das ações efetivas que ajudam a conscientizar, reconhecer e premiar iniciativas de empresas, indústria, entidades e setor acadêmico voltadas à responsabilidade ambiental.

Sinto muito isso na minha atuação profissional, ligada à comunicação das práticas sustentáveis realizadas por empresas. Não raro (pasmem!), os próprios colaboradores e funcionários da empresa não conhecem as ações das empresas nas quais trabalham. E a culpa não é deste consumidor final, da ponta da cadeia produtiva, é também nossa pelo hábito brasileiro de não dar o mesmo espaço para os elogios que dá para a crítica.

Pois destacar as atividades é a meta do “3° Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade”, promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC). Lançado em 2008, em comemoração aos 70 anos da Federação, o prêmio veio ao encontro da discussão sobre sustentabilidade que ocorre em todo o mundo.

Na última edição o premiado da categoria Estudante foi o projeto Oikos, que sensibilizou cerca de 150 moradores da região da cidade de São João do Polêsine, a 286 quilômetros de Porto Alegre, sobre a importância na separação do lixo como uma das maiores formas de preservação do meio ambiente.

Veja o vídeo sobre o projeto:

O prêmio visa destacar as empresas que apresentarem os melhores projetos ambientalmente corretos. Com foco no quesito inovação, a terceira edição do prêmio concederá a cada um dos vencedores um título de capitalização ou previdência no valor de R$ 15 mil. A avaliação dos projetos terá como base os critérios: inovação, relevância para o negócio, amplitude, resultado, e nível de atendimento de um ou mais itens que compõem os 16 Princípios do Varejo Responsável, estabelecidos pela Fundação Dom Cabral.

Minha simpatia com o tema aconteceu também porque uma das novidades dessa terceira edição é a premiação nas categorias Microempresa, Pequena/Média Empresa, Grande Empresa e Entidade Empresarial/Sindical, além das categorias Órgão Público e Academia (Professor e Estudante). Desta forma percebo que a rede produtiva fica contemplada, desde os pensadores (professores e estudantes), até os produtores e os regulamentadores (os órgãos públicos).

As inscrições podem ser realizadas pelo site fecomercio.com.br/sustentabilidade até 28/09/2012 e a premiação será realizada em março de 2013.  Está esperando o que? Corre para divulgar seu trabalho e concorrer aos prêmios!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook