relacionamentos

“Whenever you’re in trouble won’t you stand by me,
Oh now now stand by me”
John Lennon

Tem certos dias em que só a música para levantar nosso astral.

Passei por uma situação bem desagradável neste começo de noite, uma confusão que desabafei no Facebook e nem vem ao caso contar aqui. Eis que volto para casa e, ao olhar no computador (que tinha ficado ligado), vejo o vídeo acima, do Playing for Change Day, um projeto que, segundo li no texto do Mudarock, possibilitou a construção de sete escolas de músicas que juntas já beneficiaram mais de 600 crianças.

E que eu possa estar sempre lá, apoiando e amando meus queridos, em todos os momentos, mas não de modo cego, como quem fica tateando no escuro, mas sim de olhos bem abertos e cientes do meu papel em cada situação.

When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we’ll see
No I won’t be afraid, no I won’t be afraid
Just as long as you stand, stand by me
And darling, darling stand by me, oh now now
Stand by me
Stand by me, stand by me
If the sky that we look upon
Should tumble and fall
And the mountains should crumble to the sea
I won’t cry, I won’t cry, no I won’t shed a tear
Just as long as you stand, stand by me
And darlin’, darlin’, stand by me, oh stand by me
Stand by me, stand by me, stand by me-e, yeah

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas