Tinker Bell do jeito que você nunca viu (por @alinekelly)

Sou daquelas que sabe toda a história dos filmes preferidos dos filhos, não porque é obrigada para acompanhar as crianças, mas porque gosta mesmo sabe, rs.

Me recordo quando vi com as meninas ainda pequenas o primeiro filme da Tinker Bell, que até então eu só conhecia como Sininho das aventuras do Peter Pan, mas tudo é diferente no refúgio das fadas. E quando eu penso que não irei mais me surpreender com as aventuras da Tinker, afinal já foram outros 4 filmes, pareço uma criança ao conferir com a Sam a cabine de imprensa de Tinker Bell: Fadas e Piratas

image

Apesar das referências desde o primeiro filme a Terra do Nunca (ao final aparece a Wendy), essa aproximação com as aventuras que ela viverá ao lado do Peter Pan fica mais evidente nesta história, mas será uma fada, a Zarina,  que irá apresentá-la ao pirata que um dia ficará conhecido como o maior inimigo do Peter.

Quem viu os outros filmes pasmem, desta vez não é a Tinker que arruma confusão, e sim a Zarina, que é uma guardiã do pozinho azul. Mas eu diria que as duas tem muito em comum, impetuosas, cheia de ideias, não aceitam simplesmente o que lhes é imposto, lembra quando a Tinker não aceitava o fato de como fada artesã não poder ir ao continente? E como a Tinker a curiosidade da Zarina era maior que a habilidade de ouvir os amigos (claro que me lembrei do Terence), acaba se metendo em confusão e  cansada de ser repreendida pelas outras fadas, foge.  É neste momento que ela acaba fazendo novos “amigos”, os piratas, e se torna a capitã deles.

THE PIRATE FAIRY

Zarina fica tão deslumbrada com o respeito que ganha entre os piratas (reconhecimento que nunca teve antes), que resolve retribui-los com um dos maiores tesouros que alguém pode desejar: a habilidade de voar, e para isso rouba o pozinho azul do refúgio das fadas.

A Tinker que já aprontou muito e passou por poucas e boas (neste filme está mais madura), agora tem a missão de ajudar a Zarina a reencontrar o seu lugar no refúgio das fadas.

todas as fadinhas de tinker bell fadas e piratas novo filme da sininho

O filme estréia no Brasil essa semana, 07 de março, não vejo a hora de levar as meninas para curtirem essa aventura. Depois me contem o que acharam.

😉

 

A Sam é super fã do Peter Pan e escreveu um texto na Disney Babble sobre isso:

Ser filha me ajudou a viver a Wendy, ser mãe me fez viver o Peter Pan

Aos 41 anos percebi que posso ter um pouco do menino que não quer crescer e da mocinha comportada, sem que uma coisa limite a outra

Ser filha me ajudou a viver a Wendy ser mãe me fez viver o Peter Pan por samegui na disney babble

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.