First Things First

 Fundación Mario Santo Domingo,  Fundación ALAS, Fundación Pies Descalzos, Fundación aeioTu, Fundación Carulla,  Pies Descalzos, First Things First, Ativismo Social, sustentabilidade, educação, HAITI, haiti, ONG Save the Children, Somália,  High Tide or Low Tide, Bob Marley, Kevin MacDonald, iTunes, Colômbia,  Pies Descalzos, Unicef, Nações Unidas,  Chá de Bebê Virtual,

Desde que surgiu (morena e latina) para o que é hoje (quase americana e loura), Shakira mudou muito na sua aparência, embora as músicas continuem sendo “muito pop” para o gosto de quem curte rock. Eu, como transito bem nos dois universos, gosto de algumas, raramente desgosto de outras, mas confesso que nunca cheguei a ter um CD dela, por exemplo.

Por outro lado, respeito muito o trabalho social que ela faz e que continua muito colombiano na estrela da música pop, com referências à situação na sua terra natal. Acompanho notícias sobre sua participação em projetos como ligado à educação infantil que dá auxílio a cerca de seis mil crianças carentes colombianas com idade inferior a cinco anos.

Como sigo esta temática há anos (a do ativismo social, em especial ligado à sustentabilidade e educação), não me surpreendi. Mesmo sem ser fã do trabalho artístico da moça, lembro dela mobilizando doações depois do terremoto do Haiti e, em 2011, mobilizando as redes soociais para promover a campanha da ONG Save the Children na arrecadação de fundos em caráter de emergência para as vítimas da crise humanitária na Somália. Inspirada na canção High Tide or Low Tide, de Bob Marley, a campanha trazia um clipe criado pelo diretor Kevin MacDonald, que podia ser baixado na iTunes pelo www.imgonnabeyourfriend.org.

O trabalho divulgado em 2012 tem relação com várias instituições – Fundación Mario Santo Domingo, Fundación ALAS, Fundación Pies Descalzos, Fundación aeioTu e Fundación Carulla – que criaram uma aliança sem precedentes, para apoiar a primeira infância no país. No lançamento Shakira elogiou as ações da organização “First Things First”, que tem 13 centros em todo o país sul-americano. Em discurso Shakira disse que “6.200 crianças poderiam se beneficiar de uma educação de qualidade e atendimento de qualidade em seus seis primeiros anos de vida, que são os mais importantes da existência de um ser humano“.

E para quem pensa que é viralzinho para voltar a aparecer na mídia…

As ações sociais da moça começaram junto com o sucesso. Em 1997, Shakira criou na Colômbia, seu país de origem, a fundacão Pies Descalzos (sim, o nome daquele hit), uma entidade assistencial voltada para as crianças carentes. Com este trabalho mais de 4,5 mil crianças são atendidas e recebem atendimento médico, odontológico, psicológico e educacional, atendendo preferencialmente crianças que perderam os pais. Primeira colombiana a ser embaixadora do Unicef, o fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude, ela visita sempre a fundação e dizem que até ensina pessoalmente as crianças a cantar e dançar.

Vale lembrar que a Colômbia enfrenta diversos problemas sociais porque, além das distorções quanto a distribuição de renda, a guerrilha aprofunda as desiguldades. No documentário de um dos seus DVD’s, Shakira afirma que zelar pela criança é cuidar para que o futuro seja melhor e que não basta fazer um trabalho assitencial, deixando de lado a educação.

Enfim, cantora pop ou não, a postura dela é puro rock’n roll porque contesta o que vivemos no cotidiano e não fica só na verborragia, parte para ação e busca mudança. E agora, grávida, volta a ser muito social e devotada às crianças ao divulgar, na sua fanpage, um Chá de Bebê Virtual com “presentes” revertidos para o UNICEF

“Participen de nuestro Baby Shower global en asociación con UNICEF http://uni.cf/baby
The countdown begins! And we’d like to invite you to participate in our world baby shower joining efforts with UNICEF. http://uni.cf/baby
Shakira 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook