cidadania / empreendedorismo / sustentabilidade

Crianças vendendo flores - compramos para ajudar ou denunciamos? O que será certo?

Nesta semana muitos pensam em presentes e encontros românticos, não é mesmo? Nem podia ser diferente, o Dia dos Namorados e o dia do santo casamenteiro fazem as pessoas planejarem muitos compromissos.

Uma das cenas mais comuns nestas comemorações será a abordagem de crianças e adolescentes vendendo flores. Quando eles nos chamam, entram no restaurante com as flores e nos deixam sem graça, nem sempre temos tempo de pensar na sua idade, na inadequação do horário, no frio que faz em junho, de tão rápido que eles são em suas vendas, ansiosos por cumprir cotas ou por fugir dos garçons que os espantam como a moscas.

Se você como eu sente o coração oprimido e o peito estufado de indignação com a realidade que ainda permite que crianças sejam forçadas a trabalhar, creio que esta conversa lhe interessa muito.

Dia 12 de junho é também o Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil.

Neste dia ONGs, municípios, educadores e Fóruns Estaduais de prevenção e erradicação à prática realizarão uma série de atividades como palestras, passeatas, panfletagem e debates, para conscientizar a população brasileira de que o trabalho infantil traz diversos malefícios ao desenvolvimento infantojuvenil, além de ser ilegal.

Participe das ações de mobilização e combate à prática.

“O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil é um estímulo para que todas as nações adotem normas para ações sólidas. Por meio delas, deve-se melhorar a qualidade da informação sobre acidentes ocupacionais, reconhecimento de riscos, desenvolver políticas para proteção das crianças, inspecionar o trabalho e garantir o acesso à educação.”
Site da ONU em 12/06/2011

Parece que a realidade do trabalho infantil é distante, mas não é. Segundo o último Censo, realizado em 2010, há mais de 3 milhões de crianças que trabalham.

Estes dados nos entristecem e nos enchem de força para reagir, não é mesmo? Pois estou aqui para convidá-los para partipar ativamente de uma mobilização que começou na quarta-feira com a realização de oficinas para cerca de 60 crianças com idades entre 7 e 12 anos que foram estimuladas a produzir minivídeos sobre os seus direitos usando telefones celulares, criando imagens que integrarão a campanha e serão divulgadas nas redes sociais amanhã, dia 12/06.

As atividades na internet começam hoje, véspera da data, objetivando mobilizar a sociedade com relação à questão que é importantíssima para que nosso País possa se considerar de fato no caminho do desenvolvimento social.

“Cerca de 60% dos domicílios brasileiros têm renda domiciliar per capita de até 1 salário mínimo. Até 2 salários, a proporção sobe para 82,4%. No Nordeste, a situação é mais grave: são 80,3% dos lares com ganhos de até um salário mínimo per capita. Há ainda um registro alarmante: 132 mil domicílios brasileiros são chefiados por crianças de 10 a 14 anos. Os dados preliminares fazem parte do Censo 2010 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).”
Blog Brasil sem trabalho infantil

Uma campanha lembrará as formas de trabalho infantil e nos convida a compartilhar informações e fazer denúncias.

Contamos com você para nos ajudar a difundir o tema num tuitaço usando a hashtag #semtrabinfantil entre as 14h e 16h de 12/06/2012, num movimento para marcar o Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil.

Outra ação voluntária marcará a semana nas redes sociais: um grupo crescente de blogueiros fará posts sobre o tema numa Blogagem Coletiva de Combate ao Trabalho Infantil para marcar a data. Os participantes farão posts de 11 a 15/06 usando nos títulos de seus posts a hashtag #semtrabinfantil e linkando este post ao seu, registrando seu apoio à causa.

Leia mais no site da OIT, da Rede Pró-Menino e do IV Encontro Internacional Contra O Trabalho Infantil, que antecipam as discussões da III Conferência Mundial sobre Trabalho Infantil que será realizada no Brasil em 2013.

Dia 12 de junho é também o Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil. Uma campanha lembrará as formas de trabalho infantil e nos convida a compartilhar informações e fazer denúncias.  Contamos com você para nos ajudar a difundir o tema num tuitaço usando a hashtag #semtrabinfantil entre as 14h e 16h de 12/06/2012, num movimento para marcar o Dia Internacional de Combate ao Trabalho Infantil.  Outra ação voluntária marcará a semana nas redes sociais: um grupo crescente de blogueiros fará posts sobre o tema numa Blogagem Coletiva de Combate ao Trabalho Infantil para marcar a data. Os participantes farão posts de 11 a 15/06 usando nos títulos de seus posts a hashtag #semtrabinfantil e linkando este post ao seu, registrando seu apoio à causa. http://bit.ly/semtrabinfantil

Use as informações para se informar e participar, criando seu post ou tuitando para reforçar a conscientização nesta semana.
bit.ly/semtrabinfantil 

Posts sobre o tema:

Veja aqui tudo que aconteceu

Veja aqui o Stoify do que ocorreu durante o evento contra o trabalho infantil.

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas