social good / sustentabilidade

20121201-113926.jpg

“Vendeu bastante?”, pergunta o colega.

“Só DVD de desenho.”, responde o outro, desanimado.

Ambos os adolescentes pouco mais velhos que meu filho estão visivelmente cansados e desanimados nesta manhã à beira da praia, buscando em pais e avós ansiosos por mimar suas crianças uma fuga para a miséria de suas infâncias perdidas pelo trabalho.

E tem gente que não só financia esta rede que perpetua a injustiça como defende o trabalho de menores.

“É da nossa conta! Trabalho infantil e adolescente” sim. Junte-se a nós bit.ly/edanossaconta

As férias escolares começam agora e com elas a temporada de verão. Vamos firmar um compromisso público de não compactuar com o trabalho infantil e adolescente? Diga não, dê orientação, mostre outras perspectivas para as famílias que não se aperceberam que este não é o caminho.

🙂

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas