Bom para pele, ruim para o mar – e para os ossos também!

sem-filtro-solar

Sempre desconfiei disso: filtros solares podem ter consequências nocivas para o ecossistema marinho. É a conclusão de pesquisadores do Conselho Superior de Pesquisa da Espanha, que alertaram para a contaminação dos mares por conta dos produtos químicos presentes na fórmula dos filtros e que são liberadas nas águas, poluindo as regiões turísticas.

No texto “Sunscreen products as emerging pollutants to coastal waters“, os pesquisadores – Antonio Tovar-Sánchez, David Sánchez-Quiles, Gotzon Basterretxea, Juan L. Benedé, Alberto Chisvert, Amparo Salvador, Ignacio Moreno, Julián Blasco – explicam que na análise da qualidade da água na Ilha Maiorca, a maior do arquipélago das Ilhas Baleares, na Espanha, encontraram uma fina camada de cosméticos na superfície.

As maiores concentrações de resíduos de protetores solares foram observadas entre 14h e 18h, quando há mais banhistas, quando a quantidade pode ser até 90% maior do que a encontrada durante a noite ou nas primeiras horas da manhã. Os seres mais vulneráveis aos efeitos desta poluição são o fitoplâncton marinho, os crustáceos, as algas e os peixes.

E não é só a natureza que sai prejudicada com os filtros solares. Estive num encontro sobre reposição de cálcio e ouvi de uma renomada pesquisadora o conselho de não usar filtro solar na cidade. Na ocasião, Dra. Vera Lúcia Szejnfeld, professora adjunta da disciplina de reumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordenadora do setor de Osteometabolismo, desmistificou os “Mitos e Verdades sobre a Vitamina D – Vitamina da moda ou Vitamina Essencial”. Na praia, se for no alto verão e nos horários de sol muito intenso, sim, mas na cidade, cotidianamente, como eu fazia há anos, é melhor reduzir o uso do filtro.

Como assim?

Pois é, ela falou que dematologistas e ortopedistas entram em choque neste ponto (risos) e que o melhor é ver qual fragilidade é mais forte no seu histórico de saúde: câncer de pele ou osteoporose/descalcificação.

De qualquer maneira, vale para todos a lembrança de que o sol é a única fonte natural de vitamina D e fundamental para a absorção do cálcio pelo corpo. Para todas as idades recomenda-se tomar sol diariamente por 15 a 30 minutos expondo as regiões de colo, braços e rosto sem a utilização de protetor solar, já que ele bloqueia também a formação da vitamina D. E, claro, esta exposição pode ser feita até às 10h e depois das 16h para não correr o risco de câncer de pele.

😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook