Secretaria das Mulheres vai premiar boas práticas na aplicação da Lei Maria da Penha

 

Não sei avaliar o quanto ter uma mãe que atuou (verdade seja dita, ela foi das pioneiras na criação deste modelo no Paraná) na Defensoria Pública pesou na minha formação. Admiro o trabalho destes advogados que trabalham para fazer o melhor que podem, não importa a quem… sim, eles não podem escolher se vão peticionar para quem é réu confesso, inocente ou um bandido de fato. Precisam cumprir seu dever em nome do Estado. Ponto final.

Eis que, quando minha mãe estava para se aposentar na Defensoria Pública do Paraná eu conheci na blogosfera uma defensora ainda mais idealista e apaixonada pelo que faz: a Tânia Matos. Tornamo-nos amigas em pouco tempo, relação que pudemos tornar offline em duas ocasiões nas quais ela, que atua no Mato Grosso, veio a São Paulo para partipar de debates sobre um dos temas nos quais é especialista: a questão do Direito da mulher encarcerada (sobre o qual ela escreveu um livro elucidativo).

Por que lembrei de tudo isso? Tânia me mandou ontem uma “sugestão de pauta” que publico abaixo:

Ações de sucesso relacionadas a Lei Maria da Penha serão premiadas. A iniciativa é da Secretaria de Políticas para as Mulheres que abriu inscrições para o “Prêmio Boas Práticas na Aplicação, Divulgação ou Implementação da lei Maria da Penha”. Quem estiver interessado tem até o dia 30 de abril para participar da seleção.

O prêmio se destina a integrantes ou instituições do sistema de justiça, dos executivos estaduais ou municipais, do sistema de segurança pública, da sociedade civil, de instituições acadêmicas, jornalistas ou órgãos de mídia. Podem concorrer ao prêmio pessoas físicas e jurídicas, desde que indicadas por terceiros.

São cinco as categorias disponíveis: Implantação de programas e políticas; Criação e implementação de serviços; Idealização ou realização de campanhas; Realização de estudos e pesquisas e; Realização de matérias jornalísticas.

As indicações devem ser feitas por meio do endereço eletrônico premioboaspraticaslmp@spmulheres.gov.br. Os vencedores serão conhecidos em agosto, durante solenidade comemorativa à data de sanção da Lei Maria da Penha e receberão diploma e trabalho artístico.

O tema lhe interessa? Vale ler mais aqui:

P.S. Posts sobre violência doméstica aqui no blog nos últimos anos:

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook