bem estar / destaque

20130723-165835.jpg

Tem coisas que a gente pensa: é melhor nem saber… pois é, resolvi clicar numa notícia que dizia que escolher o calçado errado pode prejudicar a saúde dos pés, coluna e quadril e acabei sabendo que os três tipos que mais gosto estão entre os vilões da saúde dos pés e da coluna.

Segundo especialistas, os chinelos, as sapatilhas e as sandálias anabela merecem cautela redobrada.

As delicadas sapatilhas equivalem a andar sobre um pedaço de papelão, por não ter apoio ao arco do pé, o que pode causar um doloroso problema nos pés chamado fascite plantar. Se você ama o estilo, tente palmilhas de qualidade (das compradas em lojas especializadas, sabem?) para preservar sua “pisada” saudável, mas, como elas não fazem milagres, usar sapatilhas todos os dias não é aconselhável.

Nem todo mundo vai desenvolver a tal fascite plantar, que é uma dor no calcanhar ou na sola dos pés, provocada pela inflamação da fáscia plantar, uma espécie de ligamento localizado na sola do pé. Mas alguns fatores de risco podem piorar este quadro e eles é que devem ser evitados em composição com as tais sapatilhas sem salto. Corridas de longa distância, calçados inadequados à curva do pé ou frouxos, sobrepeso ou obesidade, permanência por longos períodos em pé e danças (incluindo especialidades como o ballet e danças aeróbicas), podem reforçar o quadro.

Chinelos são perfeitos para ocasiões informais, como ficar em casa, ir à praia, à piscina, mas totalmente inadequados para praticar esportes ou mesmo usar em longas caminhadas urbanas. O ideal para prática esportiva e caminhadas longas é usar tênis, que têm solado mais grosso, protegendo os pés e garantindo um bom sustento do arco plantar. Isso porque os chinelos não oferecem apoio ao arco dos pés, amortecimento para calcanhares ou absorção de choques, o que também pode resultar fascite plantar, além de problemas nos joelhos, nos quadris e nas costas.

Estes problemas são comuns também em quem usa muito salto alto, especialmente se usa todos os dias. Mesmo quem adota os saltos anabela (que parecem muito mais estáveis e confortáveis), deve cuidar. Especialistas garantem que, quando usado desmedidamente, o salto alto pode provocar danos à coluna, problemas no joelho e até o encurtamento dos músculos da panturrilha – também pode aumenta a lordose e, com isso, a dor nas costas e nos pés.

Mas então só dá para usar tênis?

Imagina, claro que não!

20130723-165906.jpg

Se você gosta de usar salto, tem um truque indicado pelos médicos: fazer um rodízio entre saltos mais altos e mais baixos, evitando que os pés se “acostumem” a um tipo específico de salto.

E tem um salto ideal. Um estudo realizado pela Unifesp comprovou que o salto recomendado para uso diário é o de até 4 cm. É pouco, mas uma medida segura de que suas pernas e pés ficarão bem e você elegante e saudável.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas