Saiba como bloquear recebimento de ligações de Telemarketing

Acabo de discutir no telefone com jovens despreparados atuando no telemarketing de uma pretensa associação ou sindicato de estudantes. Ao reclamar porque eles usavam dados do meu filho para falar comigo em tom de ordem, lembrei de pesquisas que fiz para saber como me livrar de outro telemarketing, o das publicações de quadrinhos que assino desde que meus filhos nasceram e que é de uma “ingerência” fora de série no relacionamento com os clientes.

Foi por conta deles que pesquisei sobre o direito de receber ou não ligações de telemarketing. Poucos sabem, mas uma Lei Estadual de 2009 dá ao consumidor o direito de escolher.

20120923-152154.jpg

Grande parte dos consumidores rejeita receber ligações de empresas de telemarketing oferecendo produtos e serviços pelos quais não procurou. Por isso, em 2009 entrou em vigor a lei 13.226/08 editada pelo Estado de São Paulo que dá ao consumidor a opção de cadastrar números de telefones fixo ou móvel, do Estado de São Paulo, que estiverem em seu nome, no Cadastro para Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing, gerenciado pela Fundação Procon-SP.

Depois de se cadastrar o cidadão recebe uma senha por e-mail. Com esta senha é possível incluir e excluir números da lista de bloqueios e também denunciar empresas que desrespeitarem os bloqueios. Os números apontados ficam bloqueados por tempo indeterminado e os consumidores podem debolqueá-los quando quiserem.

Para se cadastrar e bloquear números clique aqui.

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook