bem estar

Demorou, mas chegou o tempo de se discutir as medidas irregulares das confecções brasileiras. Eu, que já tinha debatido o tema há anos por aqui, fiquei bem contente por saber que finalmente a gente poderá achar a roupa de acordo com as medidas reais (em centímetros, não em manequim) e que as marcas poderão ter um padrão universal!

Segundo li,

O setor de vestuário deve iniciar em fevereiro deste ano as reuniões para definir as novas normas de medidas para o vestuário feminino em todo o país. O padrão de numeração que a gente conhece hj nas etiquetas das roupas deixará de existir e dará lugar às medidas do corpo, ou seja, em um vestido, por exemplo, haverá medidas de busto, cintura, quadril e estatura.

Veja no desenho abaixo como será essa nova etiqueta:

Para quem sempre usou o padrão brasileiro parece complicado, mas quem acostumou com este modus operandi no exterior sabe que é bem simples tanto para comprar roupas para si quanto para presentear – e aqui entra também a facilidade de se comprar pela internet, por catálogo, etc.

A expectativa da Abravest (Associação Brasileira do Vestuário) é que até o final do primeiro semestre sejam definidos os padrões. Faço votos de que logo todo vestuário brasileiro tenha este novo modelo! 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas