cidadania

rosa-passos-10.jpgSábado de manhã para mim tem jeito de música.  Música alta, vento e sol na janela e as pessoas que amamos perto, comendo (ou bebendo) aperivitos enquanto preparam o almoço. Creio que isso vem da minha infância, pois minha mãe sempre gostou de ouvir música alegre e de ter a casa cheia. O estilo dela é outro hoje, mas quem cresceu nos anos 1970-80 ouviu muito MPB em casa e é raro encontrar alguém que não o corrobore esta minha afirmação.

Pois recebi o release de um show que tem repertório perfeito para relembrar a infância –  e vejam que Elis não era o que mais tocava na “radiola” da minha casa. Começou no dia 14 de fevereiro mas ainda dá para conferir até 9 de março o show Rosa Passos canta Elis Regina. Como acontece com muitos músicos brasileiros, Rosa Passos, considerada uma das melhores cantoras populares da atualidade, é pouco conhecida aqui e ovacionada no exterior. E a homenagem a Elis surgiu de uma constatação semelhante:

Rosa canta Elis é uma homenagem da cantora baiana aquela que considera “a maior diva que o Brasil já teve.” Além da sua admiração pessoal por Elis, Rosa fica impressionada quando cita seu nome em espetáculos na Europa e Estados Unidos e o público reconhece e aplaude: “o nome de Elis até hoje faz com que em qualquer lugar as pessoas se emocionem”. Nesse espetáculo do FECAP, Rosa interpretará pela primeira vez no Brasil algumas canções, como Da Cor do Pecado, de Bororó.

Os detalhes do espetáculo e o repertório estão aqui. As apresentações acontecem sempre de quinta a domingo, entre 14 de fevereiro e 9 de março no Teatro FECAP (Av. Liberdade, 532, fone 3272-2277).

Você pode gostar também de ler:
Acordei bem cedo neste domingo, seguindo o relógio biológico e o horário normal de quem
Lembram-se do filme Uma noite no museu? Inspirado na ideia, o Serviço Educativo do Museu
Quando as novas regras para o transporte de crianças entraram em vigor festejei e apoiei a iniciativa
Nesta manhã estarei num evento que debate o que considero ser o coração deste blog:
Os pintores impressionistas encontram na cidade de Paris o grande emblema da modernidade. Mesmo quem
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas