#reinstagram Vai importar daqui a um ano?

20111214-091712.jpg

O amigo Alessandro Martins (do blog Livros e Afins) compartilhou esta imagem nesta manhã com a citação:

Pergunte-se: “Vai importar daqui a um ano?”. Receita para não se desgastar com bobagens.
(via ventonocabelo)

Tem como não achar que é uma receita boa para fechar este (e outro e outro) ano?

Eu lembrei de um ditado japonês que retrata da mania de guardar coisas (o povo japonês, como sociedade antiga e fixada no seu território há muito tempo, sempre foi muito de guardar objetos que possam ser úteis no futuro). É uma regra para saber se algo deveria ser descartado ou poderia ser guardado por mais um tempo:

“Se você não usa há um ano, guarde mais cinco anos. Se não usou em cinco anos, guarde mais dez!”

Transpondo isso para a realidade atual a gente facilmente se assusta, não é? Com espaços reduzidos e a consciência de que tantos podem aproveitar o que não usamos, como seguir um ditado assim? Pois o assunto foi tema de outra “dica” do Ale que foi muito retuitada no Twitter e compartilhada no Facebook: “9 motivos para dar SEUS livros“.

Definitivamente é para pensar, né?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook