Refletindo sobre a tragédia em Santa Maria #tragediaemsm

  • #tragediaemsm, Santa Maria, calamidaddes, simulação de incêndio, bombeiros, treinamento feitos em escolas do japão, CEFET-PR, fogo de artifício, doação, doação de sangue, Hemocentro Regional de Santa Maria, Alameda Santiago do Chile, Nossa senhora das dores, Defesa civil,

Quanto mais leio sobre a tragédia em Santa Maria mais penso que a culpa é das autoridades, mas é muito nossa também.

Você já ensinou seu filho a reagir em caso de calamidades? Fez um guia para saberem como fugir em caso de incêndio em lugares onde freqüentemente vão, como Shopping, cinemas, teatros, supermercados? Conversou com a escola deles para saber quantas vezes por ano letivo os alunos recebem treinamento prático com o batalhão de bombeiros e simulações de escape?
E na sua vida? Sabe qual a situação real de proteção e fuga no edifício onde trabalha ou mora?
Este caso me lembrou os treinamentos feitos nas escolas japonesas para que as crianças saibam reagir em casos de catástrofes (lembrando que lá são comuns terremotos), mas também lembrei que só no Ensino Médio (no CEFET-PR) eu tive estes treinamentos. E que o padrinho do meu marido estava no famoso incêndio do Edifício Joelma, em São Paulo, trabalhando no subsolo, sem conhecimento adequado das oportunidades de escape de lá e que sobreviveu sem seqüelas por uma grande benção.

Pode acontecer com todos nós, então, por que esperar as tragédias para começar a cuidar das pessoas e fiscalizar de fato as construções e os empreendimentos comerciais da nossa região?

P.S. E como precisamos orientar os jovens… Segundo informações preliminares, o fogo teria começado na espuma de isolamento acústico, no teto. As chamas se espalharam rapidamente e todo o ambiente encoberto por uma fumaça preta. O integrante de uma das bandas que se apresentou nesta noite, teria acendido um fogo de artifício – uma espécie de sinalizador – que teria iniciado o incêndio.

[update]

Como ajudar as vítimas:

No centro de ajuda, ao lado do ginásio Farrezão, aceitam doação de água, papel higiênico, máscaras, álcool gel e luvas. Voluntários devem estabelecer um turno de revezamento com os que já estão auxiliando no local.
As doações de sangue continuam necessárias. Quem quiser doar sangue, deve se dirigir ao Hemocentro Regional de Santa Maria, localizado na Alameda Santiago do Chile, 35, bairro Nossa Senhora das Dores. O Hemocentro de Porto Alegre não recebe doações neste domingo. No entanto, de acordo com a direção do Hemocentro, muitas bolsas de sangue já foram coletadas e, devido à baixa validade do material (de cerca de 5 dias), está sendo solicitado que as pessoas aguardem alguns dias e sigam doando durante a semana. Isso porque, no decorrer da semana, as vítimas que passarem por cirurgias precisarão das transfusões. No Hospital de Caridade e na Casa de Saúde também há bancos de sangue que recebem doações. Se a doação é para uma vítimas específica, ela deve ser feita no local onde esta está internada.
A Defesa Civil Estadual está organizando uma lista de voluntários da área da saúde de Porto Alegre que queiram ajudar em Santa Maria. O interessados devem entrar em contato com os telefones (51) 3210 4219 ou (51) 3210 4349 e fazer um cadastro.

[/update]

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook