casa

“A tradução literal de patchwork é “trabalho com retalho”. É uma técnica que une tecidos com uma infinidade de formatos variados. O patchwork é a parte superior ou topo do trabalho, já o trabalho completo é o acolchoado, formado pelo topo mais a manta acrílica e o tecido fundo, tudo preso por uma técnica conhecida como quilting ou acolchoamento.”

Patchwork me lembra muito o trabalho da minha Batian (avó, nascida em Niigata, Japão) e, mais tarde, se tornou algo que me faz pensar no grupo de mulheres reunidas no filme How to make an American quilt (1995).

Minhas referências são reflexo da tradição: os EUA são o maior mercado, mas há “quilteiras” no mundo inteiro, incluindo o Brasil, Japão, Canadá, Inglaterra, Alemanha, França, Espanha, Dinamarca e muitos outros países. Festivais no mundo todo (no Brasil há o Festival de Quilt e Patchwork em Gramado) promovem cada vez mais esta arte, que também pode ser considerada uma excelente diversão. Arte sim, olhem as imagens para se convencer: a cor é o elemento que mais chama a atenção numa peça de patchwork, que deve ter como base a harmonia para combinar as cores e os tons.

Se você quer começar ou se aprimorar nesta arte, de 30/6 a 3/7/2010 o Senac promove a 8ª Semana de Patchwork, no Esporte Clube Sírio, em São Paulo, ensinando a tradicional técnica de costura que envolve recortes de tecidos de diferentes cores e padrões resultando em peças únicas. O evento é voltado a profissionais que buscam se aperfeiçoar na aplicação da técnica e demais interessados na arte. Para isso, a semana inclui feira com 40 expositores, entre fornecedores, lojas e ateliês. (Este evento possui o selo Carbon Free.)

  • 8 ª Semana Senac do Patchwork
  • De 30/6 a 3 /7/2010
  • De segunda a sexta, das 11 às 20 horas; sábado, das 11 às 18 horas
  • Ingresso: 1 kg de alimento não-perecível
  • Esporte Clube Sírio (Av. Indianópolis, 1.192 – Planalto Paulista – São Paulo – SP)
  • Informações: Tel.: (11) 2185-9800 E-mail: lapafaustolo@sp.senac.br
Você pode gostar também de ler:
Há alguns anos, meu marido e eu temos alterado, alimento por alimento, bebida a bebida,
Nesta semana falei de migrantes e do que nos faz ser de um lugar ou
Gosta de curiosidades, tipos urbanos exóticos, cidades que nunca dormem e comida japonesa? Se seu
Você é daquele tipo de consumidor que baseia suas escolhas em valores? Eu sou. Se
Nossa nova diversão no horário do jantar é ver as famílias cozinhando juntas suas receitas tradicionais
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas