Quem é Meu Amor hoje em dia?


Ontem estava comentando com minha vizinha que agora aqui em casa quando eu falo “quer mais um pouco, MEU AMOR”, três amores se voltam para mim respondendo. Fico sem jeito e raramente consigo admitir qual dos amores eu estava chamando. Um dia “meu amor” foi exclusividade do Gui, mas ele aceita bem dividir isto e outros carinhos meus com os meninos, até porque ele também os ama com esta intensidade inexplicável. Hoje estava aprovando o pedido de participação para uma comunidade minha do orkut (a do movimento dekassegui) e vi este texto que colo abaixo, creio que seja mesmo do Drummond, cuja obra amo tanto e cujas crônicas (Para Gostar de Ler, quem não leu?) me compeliram à vida através das palavras. Nas poesias dele eu vi muitos dos meus sentimentos pelo Gui no nosso início de namoro e foi tão curioso ler hoje estes conselhos de um velho apaixonado porque eu identifiquei tanto sentimentos meus pelo meu marido quanto pelos meus filhos, os mesmos anseios, os pedidos de perdão, o pensamento ligado neles o tempo todo. Enfim, o conselho deve ser seguido por mães também:
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia a deixem cega para a melhor coisa da vida.

CONSELHOS DE UM VELHO APAIXONADO
(Carlos Drummond de Andrade)
Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.Se o 1º e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Algo do céu te mandou um presente divino : O AMOR.Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e,em troca,receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue- se: vocês foram feitos um pro outro.Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado…Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados…Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite…Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela…Se você preferir fechar os olhos, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam amor passar,sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio.Por isso, preste atenção nos sinais. Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook