destaque / relacionamentos

  
“A matéria é, antes,

sombra do espírito,

produto da mente,

assim como o casulo é produto do bicho-da-seda.”

(…)

“Em chegando a hora,

assim como o bicho-da-seda

rompe o casulo e alça vôo como inseto adulto

o homem também rompe o casulo de carne

e ascende ao mundo espiritual.

Não façais, em absoluto,

da morte do corpo a morte do homem.

Porque o homem é Vida,

jamais conhece a morte.” 

As palavras de Masaharu Taniguchi, em uma das sutras tão entoadas na minha infância por meus pais, me vieram à mente nesta noite em que uma família amiga muito querida está vivendo a despedida de seu patriarca. 

Não sigo mais a filosofia na qual fui criada, mas mesmo assim creio que essas palavras traduzem muito dos meus sentimentos perante a morte física de uma figura especial, que deixa um legado intelectual incomparável e descendentes que fazem diferença no mundo. 

Chamar esta despedida de morte parece absurdo, quando ao pensar no seu nome ecoam em nossas mentes e corações palavras sábias e imortais: quem ama, educa. 
Quem ama, vive para sempre. ❤️


Estatísticas