mãe

“Que dia é hoje? É segundona.” *

A frase acima caracteriza o amanhecer dos “tais” 30 milhões da nação corinthiana e de outros esquecidos e também sofridos torcedores do Paraná, Juventude e América-RN. O que há para se dizer? Levantar a cabeça e seguir o exemplo dos meus amigos Coxas, que continuaram apoiando o time mesmo na segunda divisão. Botafogo, Portuguesa, Palmeiras, Grêmio… são exemplos de times que caíram e voltaram com ânimo.

Sabem o que ao mesmo tempo dá e tira ânimo no futebol? O fato de ser um esporte lindo, capaz de criar novas “nações” e ao mesmo tempo fazer nascer em nós sentimos negativos ao extremo.

Falo não só pelo “foguetório” de ontem no meu bairro cheio de sãopaulinos (que nem queriam saber do jogo deles, se compraziam mais da queda do Corinthians e a não-classificação do Palmeiras para Libertadores) ou o que a Simone me contou que teve em Curitiba. Conto de mim: desanimada, ciente da queda, eu ontem fiquei de ouvidos ligados nas notícias querendo passar menos vexame em São Januário (nem deu, né, 3 X 0) e irritada porque o São Paulo não dava um couro no Atlético-PR. Entendem o que eu digo? A gente não apenas torce a favor, mas me parece que principalmente torce contra! Ô coisa mesquinha!

Nicole Bahls (Paraná)

Aos paranistas como eu, restaram dois primeiros lugares. Josiel foi o artilheiro do campeonato com 20 gols (um clique na imagem mostra um vídeo dos gols dele). A outra liderança é bem machista, mas enfim, o que é o futebol? Nicole Bahls foi eleita a musa do Brasileirão na Globo.com. Não gosto das fotos do link, prefiro as da Nick (ah, torcedor tem direito a intimidade, né?) no meio da torcida, com as crianças uniformizadinhas lá na Vila Capanema, ela presente nos momentos difíceis do time, no meio do campo ou fora dele. Infelizmente, hoje não as encontro e na verdade nem quero ficar navegando nas notícias antigas desta campanha que para mim já estava perdida há tanto tempo. Falei muito que eu preferia que caísse (tá bom, mentirinha com um pouquinho de verdade) para ver se dava uma acordada nos cartolas… mas hoje até me lembrei com simpatia do atual presidente do clube, o “professor Miranda” – quem estudou no Cefet-PR sabe que ele dava nota para quem fosse fazer provas com a camiseta do time. Não, nunca fui aluna dele, juro, nem precisei disto para ser paranista ou passar em português!

* A frase eu escutei logo cedo na CBN, dita pelo Heródoto Barbeiro, que, como eu, resolveu já começar a rir de si mesmo antes de virar saco de pancadas. Isso que ele não aguentou o Gui por umas duas horas cantando “Galinha, Galinha sem historia, Galinha sem estádio” para provocar os vizinhos corinthianos do andar de baixo!

Leia também no blog do torcedor PARANISTA É QUE É PARANISTA… e se for da torcida, deixe seu recado.

[update]: o leitor Marco Kohler comentou aqui indignado achando que eu confundi a querida Gralha Azul do Paraná e a musiquinha chata do “galinha” era sobre ela! Mil desculpas se passei a impressão errada. A “galinha” é o jeito que se referem aos corinthianos aqui em São Paulo no estádio neste campeonato! Nada de Paraná, quanto mais da Gralha Azul que eu adoro!! Tenho orgulho do Paraná, fico feliz que estamos fora das maiores falcatruas do futebol paranaense e que possamos estar de cabeça erguida, não importa em qual divisão! [/update]

Post relacionado: Futebol do coração.

 

Você pode gostar também de ler:
  Esse texto é para você, que assistiu o filme e está fritando para ler
Aziz e Fatima Ansari em Master of None No mês das
A gravidez na adolescência teve uma queda de 17% no Brasil segundo dados preliminares do
Estudo comprova que a necessidade evolutiva de proteger o bebê expande habilidades das mães Uma
Ali Wong - Baby cobra Nesse final de semana vi "Ali
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas