educação

Creio que alguns aqui lembram de quando comentei que sou insider brasileira do VI Encontro Internacional Educarede promovido pela Fundação Telefônica. Com o mote “Atitude 2.0: aprender é compartilhar“, desde 1º/09 estamos fazendo um “esquenta” virtual do evento presencial, com a participação de educadores e especialistas em educação e tecnologia de todos os países onde o Educarede atua: Brasil, Espanha, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador e México.

VI Encuentro Internacional EducaRed 2011

Apesar do glamour de um encontro presencial na Europa, confesso que eu considero a riqueza da troca online muito maior porque alcança milhares de pessoas, numa integração que instiga o ambiente de intercâmbio cultural e possibilita o conhecimento de diferentes realidades iberoamericanas.

E o objetivo é este: reunir todos aqueles que se interessam em contribuir com o debate das inovações educativas no âmbito de uma sociedade em rede, conectando educadores, docentes, líderes, redes, organizações educativas e gestores. E nós, claro, pais (avós, tios, enfim, educadores informais, mas educadores importantes) somos convidados a participar, basta acessar a página do Encontro onde e preencher o cadastro, já disponível na rede social.

Além do espaço com eventos, podemos compartilhar links ou notícias em nossos perfis, abrindo debates que nos interessam – e mostrar que as famílias também tem muito a contar sobre o uso de TIC (tecnologias de informação e comunicação) e sobre a forma como estas ferramentas são usadas como apoio na educação das crianças dentro dos lares.

[Aliás, este tema está num debate aberto lá: “A família e as TIC – qual é o nosso papel como educadores no lar na introdução das tecnologias da informação e comunicação?” – vale a visita e o comentário!]

O lema desta edição, “Atitude 2.0: aprender é compartilhar”, define a essência do que o encontro pretende disseminar: uma atitude ativa e participativa nos mais diversos eventos organizados online e presencialmente. O intuito é que os participantes se apropriem do evento, sugerindo, movimentando, colaborando e colocando em questão os temas levantados pela programação.

A programação será estruturada em quatro eixos:

  • Conhecer: acesso ao conhecimento por meio de especialistas;
  • Experimentar: “aprender fazendo” em grupo e em rede;
  • Compartilhar: acesso ao conhecimento através das experiências práticas realizadas por outros;
  • Debater: acesso ao conhecimento através da interação e do contraste de saberes e opiniões.

E se você entrou, viu tudo em espanhol e se assustou, fique tranquilo: as informações na rede estarão sempre disponíveis e atualizadas em português e espanhol, assim como toda programação do evento. E a ideia é que a gente converse de forma bilíngue mesmo, naquela mistura que fazemos tão bem quando encontramos estrangeiros que falam espanhol!

🙂

P.S. E se você acha que não tem assunto para tratar no encontro virtual, veja quanta coisa interessante conversamos nos últimos dias e que são assuntos próximos de todos nós ou veja na Minha página lá.

Wall de Sam Shiraishi no ning do VI Encontro Internacional Educarede promovido pela Fundação Telefônica

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas