Publieditorial

Sem entrar em discussões sobre o certo e errado nos posts patrocinados, quero contar que eu estou começando a escrever publieditorial. Ainda não aqui, mas pode acontecer neste blog, por isso acho importante contar para os leitores.

Há algumas semanas criei um novo blog na rede Hitechlive chamado Style no qual eu estou postando minha opinião sobre produtos novos. Foi uma forma de usar releases interessantes que recebo de assessorias de imprensa diariamente (cerca de 300 por dia) e de liberar meu lado mais consumista, menos cultural e politicamente correto que acaba reinando n’A Vida Como A Vida Quer. Pode-se dizer que é o meu lado B – mas eu tenho outros que não caberiam num vinil!
No meu lado B eu fiz um publieditorial ontem de uma idéia muito legal da Sulvinil:

Sala nova em segundos! Isso sim é sonho de consumo!
Uma corzinha muda tudo. Muda o humor, o clima, funciona como mudar o cabelo – mulher quando tá meio desanimada muda a cor e corte de cabelo, né? Mas vocês não imaginam como foi duro planejar todas as mudanças de cores para o apartamento antigo e neste eu continuo no branco, cores neutras, com um medão de errar na mão e de jogar dinheiro fora. Hoje eu descobri uma ferramenta que vai me ajudar muito lá no site da Suvinil. Você entra e além de saber quais cores são mais vendidas e populares, indicando tendências, pode usar um sistema bárbaro que é simulador de decoração.”

P.S. Publieditorial é uma publicidade dentro de um editorial (texto, conteúdo) muito utilizado na mídia tradicional, em especial em revistas. O termo foi apelidado de “post patrocinado” nos blogs, mas o significado e a idéia são os mesmos. Nos meus blogs você saberá quando é publieditorial porque no rodapé estará escrito: * Este post é um publieditorial. Há opiniões contra e a favor desta estratégia, mas minha opinião pessoal é de que, se o leitor (ouvinte, telespectador) for avisado e estiver ciente de que o veículo e o autor foram contratados (mediante pagamento) para isto, não é antiético, é trabalho remunerado. Aliás, ética é tema para um outro post. 🙂

[udptade] Posts interessantes sobre o tema:

As agências de publicidade e a propaganda nos blogs

Eu não sou contra Publieditorial, mas…

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook