bem estar

Actimães no Terra

Na sexta-feira passada eu estive com algumas mães numa “entrevista coletiva online” com Dr. Artur Timerman, médico infectologista e Mestre em infectologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), sobre o uso de probióticos na prevenção das doenças de inverno.

O convite era para as Actimães (as mães que participaram do seminário com cientistas do Centre Carasso na França) e aprendemos muito!

Actimães no Terra

O legal é que ao final do videchat Dr. Artur sentou-se conosco e respondeu a todas as nossas perguntas, como mostra a foto!

Dr. Timerman explicou qual é o mecanismo de ação dos probióticos.

“O conceito básico é: se eu tomo uma vacina, a resposta imunológica que será iniciada localmente vai induzir uma resposta imune porque o conceito por trás dessa reação é solidariedade imunológica. Se eu modulei uma resposta para a parte intestinal, a resposta não vai ficar só no intestino, mas em todo sistema imunológico. Com o trato digestivo ocorre a mesma coisa. Se eu modulei uma resposta para o intestino, a resposta vai chegar ao nosso nariz, ao nosso sangue.”

Talvez seja por isso que minha pele tenha melhorado e acne sumido quando passei a a tomar todos os dias um frasco do leite fermentado com probiótico.

Só que probiótico não é remédio, não é para ser ingerido só quando se está doente, mas para melhorar a imunidade.

São substâncias que quando ingeridas promovem benefícios para a saúde. Não são indicadas para “soltar o intestino”, caso dos prebióticos. Os probióticos melhoram o fluxo intestinal e a imunidade. Ou seja, o benefício é mais amplo já que as substâncias interagem com as células. Para que para a ação seja efetiva, o consumo precisa ser diário, inclusive porque a colonização das bactérias presentes nos probióticos no intestino não é permanente, portanto, pedem renovação sempre. Por isso, os especialistas indicam o uso diário de probióticos deveria ser prioritários entre os idosos e as grávidas, inclusive para beneficiar o recém-nascido, via aleitamento materno.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas