Porto de Galinhas também tem hotel bem familia #portocainarede

Sabem aquele comercial que fala que tem uma família de tudo quanto é tipo?

Bom, eu pensei nele em alguns momentos na viagem para Porto de Galinhas no #portocainarede. Primeiro porque tinha o clima de excursão de colégio, coisa que não vivia há décadas (sem exagero). Segundo porque fiquei num resort maravilhoso para curtir em família, o Enotel. Quando cheguei e vi as crianças achei que era “lei de murphy” para me fazer me sentir mal porque era nossa primeira viagem a dois sem os meninos, mas depois eu notei que não, que olhava com carinho as crianças por lá e, ao invés de ficar com saudade de doer (nem chorei), eu fiquei sonhando com uma ida para lá com eles.

E como falei do assunto. Em cada hotel no qual nosso funtour era recebido (a viagem foi organizada pela Secretaria de Turismo de Ipojuca, PE, com passagens ofertadas pela TAM e hospedagem e refeições oferecidas por alguns dos hotéis da região) eu enchia o responsável de perguntas sobre as atividades infantis de lá. Até o Nanai, considerado o must nos resorts da região e o “hotel da lua de mel”, já tem um espaço para crianças e a responsável pelo marketing me garantiu que o hotel já recebe muito bem as crianças (e indica babás para contratarmos por diária) – se bem que, pelo jeito de bangalôs de luxo tailandeses e a sofisticação das instalações, eu não levaria meu caçula lá. O mais velho talvez, mas o caçula não… risos.

Mas ele adoraria a praia do Muro Alto, que fica perto de lá. O Muro Alto Marupiara Suites tinha uma estrutura que eu achei muito boa, a praia é calma e o mar tépido por conta dos recifes e tem flats que são ótimos para família. Não tem aquele quartão de hotel, mas tem quarto, mini-cozinha e sala que fazem todos se sentirem em casa. Se eu fosse com os meninos e meus pais, por exemplo, ou com outros casais de amigos com filhos, optaria por ele.

A mesma coisa senti no Armação, que fica na praia Borete. Hotel bem confortável, com uma das melhores cozinhas da região em termos de qualidade (não de luxo, bien compris), onde acontece a Fliporto (Feira Literária de Porto de Galinhas). Vários chalés e quartos com varanda e rede que dão a sensação de estar em casa, mas com o conforto de um espaço onde a gente está só para descansar. Na noite em que fiquei lá, convidada para jantar e usufruir de uma das piscinas, fiquei encantada com tudo, especialmente com o show folclórico que vi – no Enotel também tinha, mas creiam, não estive lá no horário em nenhuma noite.

Mas meu compromisso familiar é levar os meninos para passar uns dias no Enotel Resort & Spa, onde ficamos hospedados. O parque aquático é um dos maiores de Porto de Galinhas e certamente as inúmeras opções nos bares e restaurantes do resort ajudam a decidir. E neste ponto, o da alimentação, estão dois fatores fundamentais para os pais escolherem o hotel: a cozinha é realmente 24h e o restaurante fica aberto até de madrugada, com refeição leve (as sopas eram ótimas) da meia-noite às 5h e uma copa equipada para o preparo de mamadeiras e refeições do bebê. Mas o que o diferencia é o sistema All Inclusive, pois tudo está incluído na diária e você pode aproveitar tranquilamente o ambiente (a praia fica a poucos passos das dependências do hotel) sem se preocupar com os inúmeros pedidos que as crianças fazem… ah, outro item que achei fantástico: os quartos têm varandas todas viradas para a principal área comum, o que facilita o “controle” dos pais de crianças maiorzinhas como os meus filhos! Para eles tem um kids center com atividades esportivas (que eu não visitei) e para os menores de 4 anos tem dois espaços de berçário e atividades de recreação para  os pequenos escaparem do sol no meio do dia e os pais poderem aproveitar o hotel.

Enotel
Enotel

Prometo um próximo post, assim que tiver tempo, para comentar os passeios que eu fiz e que achei que são legais para famílias com crianças pequenas!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook