Melhor que visitar o paraíso é fazê-lo bem acompanhado! #portocainarede

PortoCainaRede

Há algumas semanas recebi um convite daqueles irrecusáveis e que nos honram a ponto de nos deixar corados. Passar quatro dias (acompanhada do meu amor) conhecendo Porto de Galinhas (sim, aquela praia paradisíaca que fica perto de Recife) na companhia de 44 blogueiros pinçados em grupos, estados, temas e tribos do Brasil.

Nem eu consegui montar mentalmente uma lista final, mas já sei que vou rever @s conhecidas de Sampa e vou conhecer minha amiga virtual @claudiagiane, que sabiamente falou outro dia que

Melhor que visitar o paraíso é fazê-lo bem acompanhado!

porto de de galinhas porto cai na rede
Prá fazer invejinha boa: A praia de Porto de Galinhas foi eleita por 8 anos consecutivos a melhor praia do Brasil pela revista Viagem e Turismo.

Além do paraíso que parece ser Porto de Galinhas (será uma surpresa porque eu nunca viajei pro nordeste brasileiro), o que me fez ver a ação e aceitar o convite com simpatia foi saber que teria tanta gente diferente – e para quem for acompanhar as fotos e tuitadas do grupo, saibam que não vai ter só nerd e geek, beldades da internet brasileira estão na lista. Segundo conta a organização

Vai ter gente de todo tipo, para todos os gostos. Isso é o que há de mais mágico nessa ação. Um lugar como Porto de Galinhas merecia um grupo assim. Devagarinho vamos divulgando os outros participantes, cada um deles com características próprias, estilo próprio, interesses próprios. Cada um deles peça fundamental para o sucesso do Porto Cai na Rede.

OMCA_porto_galinhas
O artesão Carcará foi quem inventou as famosas galinhas esculpidas em raiz de coqueiro que decoram a cidade.

E enfim, a segunda pergunta que eu me fiz depois de saber quem ia ao evento (e o que a gente ia ser convidado a fazer): porque chama Porto de Galinhas? Segundo li,

O motivo de se chamar Porto de Galinhas não é nada bonito: no final do século XVII, quando já não era permitido o comércio de escravos, contrabandistas os traziam escondidos entre engradados de galinhas d’Angola. Ao chegarem ao porto que ficava localizado bem ali onde hoje está o balneário, eles anunciavam, como uma senha: “Tem galinha no porto!”. Significava que os escravos vindos de Angola haviam chegado.

Conto com @tebenas, @marcosalencar e @evellyng para me orientarem sobre tudo de bom que poderei ver por lá em termos de cultura popular, que em Pernambuco é viva, forte e linda! E se você leitor tiver sugestões, não titubeie, mande e eu receberei agradecida. 😉

P.S. O projeto Porto Cai na Rede é uma ação em mídia social criada para divulgar Porto de Galinhas e que tem sido que tem sido divulgada Twitter  no @portocainarede e no blog da ação. Mesmo nós, os 40 blogueiros selecionados, temos sido surpreendidos com as novidades pelas mídias sociais, o que cria um frenesi em torno da viagem! E se você ficou com vontade de ir, há cinco vagas para blogueiros, leitores e twitters que estão ainda fora da lista. Participe do processo seletivo e demonstre seu interesse em divulgar a promoção.

Image Hosted by ImageShack.us

Quer saber mais? Visite o portal da ação, que tem apoio da Secretaria de Turismo de Ipojuca, a Associação de Hotéis de Porto e Galinhas, a EMPETUR e a SETUR/PE.

Barra inferior

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook