destaque / relacionamentos

sakura por marcio minoru avidaquer

Para desejar uma boa semana, uma imagem invernal no #reinstagram do meu primo @marciominoru, relembrando que nem tudo que vem com o frio é ruim. A florada do sakura (cerejeira japonesa) marca o final do inverno e ilumina os olhos e o coração.

Ser um pouco “Pollyanna” e ver o bem em tudo é uma forma de manter a alma sempre aquecida.

🙂

P.S. No ano passado, em visita ao Jardim Botânico de Curitiba, eu descobri as diferenças das cerejeiras que vemos no Brasil. Expliquei direitinho num post, veja lá.

Pollyanna é um romance de Eleanor H. Porter, publicado em 1913 e considerado um clássico da literatura infantojuvenil. Foi um dos primeiros livros que li sozinha com altas recomendações da minha mãe, que tinha sido muito impactada pela história da menina de onze anos, filha de um missionário pobre, que após ficar órfã, vai morar em outra cidade com uma tia rica, rígida e severa, que ela não conhecia. Brincando do jogo do contente, ela mostra aos novos amigos que não existe nada que não tenha algo bom ou que nos deixe contentes por algum motivo.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas