cidadania

Espero que seu feriado de Tiradentes tenha sido ótimo! Eu precisava trabalhar, mas, depois de tantos finais de semana com compromissos de trabalho (e duas viagens na semana passada), cedi aos pedidos dos filhotes e não liguei o computador até agora.

Tomamos café tarde, saímos meio sem rumo (eu queria muito leva-los a Itu para conhecer o projeto SOS Mata Atlântica que conheci a convite do Instituto Coca-Cola na semana passada, mas achamos que era viagem para um final de semana inteiro) e acabamos no Parque Villa Lobos.

Sempre simpatizamos com o lugar, nos lembrava um pouco o Japão, um pouco Curitiba… é bem no meio da cidade, da vida super urbana de Sampa, mas ao mesmo tempo tem um clima de lazer em família que nos agrada muito. E hoje tinha um monte de entusiastas de pipas (papagaio, pandorga, sei-la-que-nome-usam-na-sua-cidade) e nos deliciamos vendo suas acrobacias. Fiz até este videozinho para tentar mostrar a mistura da temperatura ótima, as pipas no céu azulzinho, os treinos de futebol dos meninos com o pai e o show de rock que acontecia bem do nosso lado (e lá é que tocava Another brick in the wall, dentre outros clássicos).

O “senão” da tarde foi a falta de bebedouros no parque que atende muita gente, mas proibe vendedores ambulantes por lá (quem frequenta o Ibirapuera, onde os ambulantes parecem “praga”, sente muita falta), sem no entanto oferecer alternativas para os visitantes. Saí para comprar água mineral (lá fora, além do portal do parque tem várias barracas) e na volta achei um único  bebedouro, com uma fila imensa e uma falha maior ainda: a torneira estava estragada e as pessoas enchiam suas garrafinhas direto do ralo da pia, que vazava o tempo todo.

Alô “Villa Ambiental“, um projeto tão legal no Parque Villa Lobos e o único bebedouro vazava o tempo todo!

Fal sério, dá nojo não dá? Sem falar nesta água toda "sobrando"...

P.S. Não fui a única a me incomodar, troquei tuites com o @senhorvillela que estava por lá hoje também, olhem só:

Você pode gostar também de ler:
Há alguns anos, tive a honra de fazer um "tour" por uma parte do rio
(Foto da Passeata pela Paz - Capão Redondo - São Paulo,
Eu já fui migrante no Japão (como dekassegui), sou neta e bisneta de estrangeiros que
Você via mulheres grávidas, praticamente zumbis humanos, no meio de locais como a Cracolândia e
Hoje teve prova Saresp e os colegas do meu filho no Ensino Médio queriam boicotar
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas