bem estar / destaque / entretenimento / girl up!

No final de semana vi um filme que me lembrou estas informações sobre a pílula do dia seguinte. O medicamento é bastante popular e pouca gente sabe que é uma grande bomba para o organismo. Das adolescentes do nosso projeto Cartas para o futuro às atrizes globais no Altas Horas, já ouvi ao vivo mulheres de várias idades comentarem que usaram mais de uma vez e que não acham que precisavam conversar com o médico sobre o assunto.

o.O

Eu mesma já usei – por recomendação médica, no período da amamentação – e achei que realmente é uma bomba. Felizmente hoje (por ter “fechado a fábrica”) eu não preciso mais disso, mas o tema e as advertências continuam importantes.

As dicas abaixo são do Dr. José Bento de Souza, médico ginecologista e obstetra nos Hospitais Albert Einstein e São Luis.

cuidados ao usar a pilula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte, ao contrário do que muita gente pensa, não é mais um método anticoncepcional: é contracepção de emergência. Como o nome diz, é para ser usada em situações extremas: quando a camisinha rompe ou em casos de estupro.É o único método que pode ser usado depois da relação sexual desprotegida.

Não deve ser usada como rotina, pois as duas pílulas aparentemente inofensivas da cartelinha carregam uma dose cavalar de hormônios – quase a mesma dosagem distribuída nas 21 pílulas da cartela convencional. Ou seja, a pessoa toma em um dia o que é para ser tomado em três semanas.

O corpo sente o baque: a pílula do dia seguinte costuma provocar dor de cabeça,náusea, vômitos e alterar o ciclo menstrual. Muitas meninas estão usando a contracepção de emergência como um método rotineiro, o que é grave por dois motivos: de um lado , elas não se protegem contra a gravidez, e principalmente contra as doenças sexualmente transmissíveis, e de outro o uso da pílula que deve ser eventual , torna-se rotina com ingestão de altas doses hormonais .

Apesar de ter sido de grande ajuda às mulheres, é preciso saber usar para não termos complicações no futuro com a ingesta excessiva de hormônios.

filme sobre a pilula do dia seguinte

Sobre o filme que me fez lembrar do assunto: The Pill, com Noah Bean, Rachel Boston e Anna Chlumsky, é um filme adulto. Não por conter muitas cenas de sexo, mas pelo jeito como os assuntos são tratados e pela temática – pois efetivamente é sobre o dia seguinte de um encontro casual no qual o cara quer ter certeza de que a moça vai tomar as duas doses da pílula do dia seguinte e por isso “gruda” nela e acaba conhecendo melhor a desconhecida com quem passou a noite.

Como disseram as meninas do blog “Amigas Comentam“, “é uma história bem crua, com cenas mais próximas do real do cotidiano. O que mais me atriu no filme foi isso: mesmo que a gente se sinta incomodado por algumas das atitudes da Mindy ou do Fred, não dá pra negar que é dessa forma que as coisas acontecem de verdade. Sem ilusão de cena forçada pra ficar mais romântico… A falta de jeito dos dois e as circunstâncias em que eles se encontram conseguem involuntariamente arrancar umas risadas”.

Então, se você resolver assistir (tem no Neflitx), vá preparado para sair um pouco da zona de conforto.

😉

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas